sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

O AMOR

É CLARO QUE O AMOR NÃO É TUDO !
MAS,POR ELE,EU ESCREVERIA UM POEMA QUALQUER
DE DOZE HORAS...

E O NOSSO MOMENTO FOI AQUELE :
UM ÁTIMO APENAS,
EM QUE DISSECAVAS ...
ENQUANTO PASSAVA UMA ESTRELA !

NOSSA ESTRELA SE FOI,
NOSSO TEMPO PASSOU ...
E O NOSSO AMOR,ONDE FICOU ?

AH ! O AMOR COM SEUS TOLOS MURMÚRIOS...
MAS,POR ELE,EU ESCREVERIA UM POEMA QUALQUER,
DE DOZE HORAS !

E EU QUE PENSAVA SER POETA,
DESDE OS BANCOS DO 2º  CLÁSSICO !

(Autor desconhecido)

Poema encontrado em 2001,num velho caderno escolar,por mim utilizado no 2º grau .
Antonio Gomes- reedição : 23/01/2015