terça-feira, 28 de outubro de 2014

PARA QUÊ FLORES PARA OS MORTOS,SE NÃO LHES PERFUMAMOS A VIDA?

Todo dia 02 de novembro é considerado o Dia de Finados, e é também o dia do meu aniversário.Isto mesmo, nasce gente no dia de finados.
- Eu ,por exemplo, nasci ! E por milagre,ainda estou vivo !
E assim, sem festas, sem pompa e sem circunstância,comemoro mais um aniversário.  
-Não há clima para festas neste dia... 
Esse é  muito mais um dia para lembrarmos dos nossos entes queridos que se foram.
-Mas por eu estar vivo,com a família em casa e com  saúde, há festa em meu coração !
Quando eu era criança,minha mãe me levava nos cemitérios, mas não era um presente ou um passeio para comemorar meu aniversário. Na verdade ela ia visitar parentes dela, os mortos, obviamente,que estavam enterrados naqueles cemitérios.
Primeiro,lá em Pernambuco,onde morei até os 06 anos de idade.Depois em Vitória da Conquista,no Estado da Bahia,onde morei dos 07 até os 09 anos de idade.
- E eu não entendia direito estas coisas...Mas ia com ela assim mesmo ! 
E via todas aquelas pessoas com velas e flores no cemitério.Havia missas, cultos, rezas, tristezas e pessoas chorando junto a túmulos...E eu observava curioso.
Porque,também,nunca"me dei muito bem" com os mortos. Nem gosto muito de velórios. E os amigos e parentes que se foram, nenhum deles veio me visitar depois. 
-Pelo menos até hoje !
-Ou,seja,nenhum deles veio me buscar,ainda !
Nenhum dos amigos,conhecidos ou parentes meus que já partiram para a "Pátria Espiritual" ,veio me dizer como é lá do "outro lado"...
-Deve ser bom,pois não voltaram.
-Não sou como aquele menino,personagem de um filme que dizia :
-" Vejo pessoas mortas !"
Não tenho estes privilégios. No máximo sonho com algumas pessoas que já "se foram". 
Mas elas estão sempre vivas e contentes, nos meus sonhos ! 
E assim,relembro delas. 
-Morreram, é certo,mas as vejo vivas,nos meus sonhos...
Eu ainda continuo preferindo os vivos,na vida real!
Vivo com os vivos,cercado de pessoas vivas,e se puder ajudando e rezando pelos vivos! 
E, como sou humano, vivo relembrando meus parentes e amigos que agora estão mortos, os que se foram antes do combinado !
Mas,sempre lembrando das passagens deles em minha vida. 
-Enquanto estavam, vivas ,lógico ! 
-Tenho uma "sobre-vida",digo para alguns...
Para quem nasceu no dia dos mortos,eu até que já vivi muito. E fiz algumas "coisas" na vida. Plantei árvores,tenho filhos e estou escrevendo  livros . Um deles já está pronto e publicado .
-É bem simples,mas não deixa de ser um livro.. Sendo este  o primeiro Livro,de um número de 04 em rascunhos... 
-Este primeiro é uma homenagem a alguns amigos e parentes que já se foram. Ou que "partiram antes do combinado!" 
-Conto nele um período que vivi no Nordeste,quando eu tinha entre 16 e 18 anos de idade.
O segundo livro sai agora,em janeiro de 2015.
Mas,neste dia exato de 02 de novembro, não faço festas,exatamente por respeito ao Dia  dos Mortos. É dia de relembrar os que se foram,e comemorar o fato de eu ainda estar aqui. 
-Comemorar,mas não muito, pois nesta minha trajetória difícil já tive algumas perdas importantes. Ou melhor ,muito importantes. 
Entre estes, meu pai e minha mãe, dois irmãos e dois cunhados. Cada um membro da família que se vai, é uma pétala a menos neste "jardim" da nossa existência. E cada amigo que nos deixa, é como uma estrela que se apaga no universo de nossa vida.
 -E fica um vazio impreenchível,se é  assim que se escreve esta palavra.  
E assim, mesmo sem gostar muito, vou, às vezes, no Cemitério antes do dia 02 de novembro, para ver como está o túmulo, acender umas velas,essas coisas...
-Rezar pelos mortos ? Não rezo muito não. Lembro de uma professora que me dizia : 

-"Quem não rezou na vida,na morte não tem o que oferecer!". 
Ela dizia isto antes de fazermos a prova mensal...
No Cemitério,aqui em Goiânia,temos um terreno. Lá já estão minha mãe e um de meus irmãos. 
-Será também meu último endereço. Mas não estou com pressa de ir para lá. Vou lá só visitar,por enquanto. 
-Não levo flores! Apenas algumas velas para acender no túmulo,como é costume de minha família. E eu,apesar de tudo, ainda acredito numa vida espiritual,sobrenatural. Mas não com esse corpo que tivemos.
-Apenas a Alma permanece !
 E toda vida vale a pena se a Alma não é pequena,parodiando o grande  Fernando Pessoa.
Por isso vivo e não sou tão triste assim. Embora fique mais pensativo,nesta época e relembrando todos os amigos e parentes que se foram.
Perdi também vários tios, vários amigos, e entre estes,alguns cuja estória de vida conto no meu outro livro  a ser publicado...
-O último membro de minha família que partiu foi o meu irmão José Luiz Gomes, que se foi em 02 de abril do ano passado.
Muitos outros parentes e amigos meus se foram jovens,como o Jorge ( meu outro irmão),o  Juraci,(colega de Faculdade e de trabalho); o Evangelista, colega de Faculdade,que jogou bola comigo, e que em épocas de férias íamos para a Fazenda do pai dele. Depois ele passou no Concurso e foi ser  Escrivão da Polícia Federal ; o Jorge Herculano,meu primo,que homenageei com um texto neste Blog; o João Divino, amigo desde os 16 anos de idade, que foi ser Militar e chegou a Coronel.
-Este um amigo desde os tempos da Cidade Jardim, do Colégio Pedro Gomes, da Casa Silva,etc.
Eles estão todos com espaço garantido, nos meus livros futuros.
Não creio que estou julgando suas vidas,ao colocá-los nos meus livros, sob esta ótica de que tiveram vidas difíceis.Mas sofreram muito nesta suas passagens aqui no Mundo Material. 
E alguns deles tiveram mortes trágicas : Jorge,  o meu irmão, por acidente; Juraci colega de profissão, acidente de carro; O Evangelista, amigo do futebol e da Faculdade,acidente com tiro de arma de fogo,quando em serviço, no Estado do Pará-Brasil ; e o Jorge, (o primo) num acidente com arma de fogo,em Nova América,Goiás...
Sou contra ficar levando flores nos túmulos,por isto,quando vou visitar o túmulo onde está a minha mãe ANA e o meu irmão JORGE, não levo flores.
-Além disso elas se estragam rápido...
 Prefiro velas, é mais simbólico, e é para as Almas...
-Acender velas,nestas circunstâncias,para mim, é importante! Vou lá dia 1º ou dia 2 de novembro.
Contudo, hoje já há toda uma movimentação nas "portas" dos Cemitérios.
Gente vendendo de tudo, desde comida,velas e flores,aproveitando a data, para ganhar um dinheiro extra. 
-Mesmo hoje já há gente limpando,arrumando os túmulos. O que é uma necessidade,pois se trata de um respeito aos que se foram e aos que visitam os cemitérios.
- Atualmente  já estão vendendo muitas flores descartáveis, de plástico,por exemplo. 
- Ora, reverenciar os mortos colocando flores de plástico no túmulo? 
-Flores de plástico ?
Elas nem perfume têm ?
E tanto  na loja de variedades ,como na  frente dos Cemitérios , nestes dias os vendedores  já gritam : "Flores para os Mortos!" 
-"Flores para os Mortos ?".
-E pergunto eu :
-  PARA QUÊ FLORES PARA OS MORTOS ,SE NÃO LHES PERFUMAMOS A VIDA ?
-Teríamos que tê-los tratados melhor, enquanto estavam vivos.
Devemos fazer algo pelos nossos semelhantes, nossos pais, parentes, amigos,filhos,esposas,etc. , enquanto estão vivos. Aproveitar cada momento em que estamos com eles...vê-los mais,senti-los mais. 
-Conversar com eles,sem nada exigir.
Tratá-los bem,dar atenção,respeito,gratidão e até presentes para eles,pois isto também é um forma de reconhecimento.
Não choro com dó ou pena de mim mesmo,pela perda  destes entes queridos ou amigos. Choro por eles. 
-Como já disse , eu estou vivo, isto é o que importa.
-Mas há uma certeza :
 "Da Morte e dos Impostos, ninguém escapa"(Provérbio Russo).
E creio, ainda tenho muita vida pela frente. E sempre acredito que dias melhores virão.
-É bom ter esperança e acreditar que o dia de amanhã será melhor que o dia de hoje. Isto nos faz,sonhar e viver.
"Só a leve esperança em toda a vida, disfarça a pena de viver,mais nada!" Dizia o poeta pessimista...
No meu  Livro, contei as venturas e desventuras de meus amigos,parentes e conhecidos.
-Quem irá contar as minhas?
 Não sei se posso dizer que também a minha vida tenha sido uma vida difícil,embora nesta minha trajetória tenha encontrado alguns malvados que me "atrapalharam" bastante..
-De qualquer maneira,valeu a pena ter chegado até aqui.
Às vezes me pergunto :
 -É esta a minha primeira ou a minha última vida ? - E depois de eu partir, haverá outra chance  ?
Eu mesmo acho que não há possibilidade de "retorno"!
Segundo Vitório Gasmanm, Ator Italiano, "o ideal seria termos duas vidas: Uma para errar e aprender...E outra para viver realmente!"    
-Para viver a vida em toda a sua plenitude,sem cometer erros,digo eu. 
-Viver uma vida perfeita, plena.?...
-Seria o ideal.
Nem sei se isto seria possível. Enquanto isso,vou aguentando o dia a dia e agradecendo a Deus por estar  vivo nesta minha  "quase"  boa vida...
-E nem  estou com pressa de morrer, pois "Os mortos são homens sem futuro!", como dizia o "Barão de Itararé" ( Na verdade, o jornalista  paulista,Aparício Torelli)
- Quanto aos mortos, sejam eles meus parentes ou não , que descansem em paz...
E que Deus dê conforto às suas Almas !
-Agora vamos nos preocupar mais com nossos irmãos,parentes e amigos, que ainda estão vivos...
...Porque viver é lutar, amar, sofrer, rir, chorar...
-Não necessariamente nesta ordem.
Isto, até chegar a  hora em que a "Dona Morte" vier nos buscar.
Esta "Senhora" MORTE tarda,mas não falta...

.............................................................................

"VIVER É ARRISCADO!"- Dizia Guimarães Rosa .

A.G - 28 de outubro de 2014
.

'Crô - O Filme" -Comédia Brasileira - Completo

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

POESIA NA CIRANDA E NO REPENTE NORDESTINO DE ALCEU VALENÇA,COM ORÍGENS EM PORTUGAL E ESPANHA

Não sei se já enalteci aqui a música do grande Alceu Valença,Cantor/Poeta Pernambucano,hoje conhecido em todo Brasil e também fora dele. Acho que já postei mais de uma música dele. Pelo menos,no ano passado postei a musica Pétalas, (cantada por ele,mas que não é de sua autoria ).
Além de ter nascido na mesma cidade que ele,temos em comum o Curso de Direito,embora eu seja mais jóvem e resida em Goiânia. Meu pai foi amigo do pai e do tio do Alceu,quando eu ainda era menino e morava na cidade em que nascemos(São Bento do Una- Estado de Pernambuco-Brasil).
Não o conheço pessoalmente embora já o tenha visto cantar ao vivo aqui em Goiânia,por duas vezes.
Como admirador de sua obra,tenho discos dele.(desde "bolachões" de vinil até o recentes CDs.) Algumas de suas composições são verdadeiros poemas ,que foram musicados. Sem falar em algumas "emboladas" e outros textos de músicas tiradas da literatura de cordel (Ascenso Ferreira) e de romances portugueses (Julio Diniz, Fernando Pessoa) e ou de poesias  faladas, ou obras Literárias (Dom Quixote, de Miguel Cervantes de Saavedra) oriundas da Espanha.
Alceu seria uma espécie de Menestrel do Agreste,que deu certo e que fez e faz sucesso em todo o Brasil. Minha homenagem a ele(que Graças a Deus ainda está vivo),  que continua cantando e encantando por todo o Brasil. São poucas as músicas que canta que não são de sua autoria. Todas são sucesso,para mim!
REPRODUZO ABAIXO A LETRA DE UMA DE SUAS MÚSICAS : (para mim poesia pura  )
AGALOPADO
" Quando eu canto,seu coração se abala
Pois sou porta-voz da incoerência
Desprezando seu gesto de clemência
Sei que meu pensamento lhe atrapalha
Cego o sol seu cavalo de batalha
Faço a lua brilhar no meio-dia
Tempestade eu transformo em calmaria
Dou um beijo no fio da navalha
Pra dançar e cair nas suas malhas
Gargalhando e sorrindo de agonia...

Se acaso eu chorar não se espante
O meu riso e o meu choro não tem planos
Eu canto a dor,o amor,o desengano
E a tristeza infinita dos amantes
Dom Quixote liberto de Cervantes
Descobri que os moinhos são reais
Entre feras,corujas e chacais
Viro pedra no meio do caminho
Viro rosa,vereda de espinho
Incendeio esses tempos glaciais.
P.S.
(Creio que esta embolada,que deu origem à música "Agalopado",seja de Ascenso Ferreira,e tenha sido musicada pelo Alceu Valença,no começo de sua carreira ,lá pelos idos de 1975,quando apareceu para o Brasil,no Festival "Abertura",da Rede Globo,onde  cantou "Vou Danado pra Catende", um poema tresloucado dele, e dos versos de Ascenso Ferreira,em cima da poesia do também Pernambucano Manoel Bandeira.
Para curiosidade dos fãs de Alceu, no começo de sua carreira Alceu tinha como guitarrista ,além de outros o Paulo Rafael "Lampião",que continua com ele até hoje, e  o não menos conhecido José Ramalho (da Paraíba), o ZÉ RAMALHO de tantas músicas boas.

Reedição: 09/outubro de 2014.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

O POVO AINDA NÃO APRENDEU A VOTAR... E O "CIRCO" CONTINUA ARMADO:O TIRIRICA GANHOU DE NOVO.

Quando eu era pequeno,entre os 06 e 09 anos de idade,residia na cidade de Vitória da Conquista,no Estado da Bahia,Brasil. Alí eu morava por causa de meu pai,que era sócio de meu tio, em uma loja comercial.
Mas todos nós,da família original,somos de Pernambuco. Já informei isto em outros artigos e crônicas deste blog,que existe deste 29/06/2009. 
Então, alí naquela cidade e na minha vidinha boa de menino,era uma festa saber que um Circo tinha chegado na cidade. Passavam anunciando na rua : "O CIRCO CHEGOU !" , e os palhaços, alguns bichos, as bailarinas e os acróbatas, desfilavam nas ruas, e nós,a garotada,saía correndo atrás. 
A música da propaganda do circo dizia :
-" Hoje tem marmelada,tem sim senhor. 
Hoje tem espetáculo,tem sim senhor.
É oito horas da noite, é sim senhor  !
E o palhaço o que é? 
É ladrão de mulher" ...
Era uma festa simples,alegre. Éramos felizes,pois sabíamos que ,mais dia,menos dia, iríamos no Circo. Era sagrado a ida no Circo. Meus irmãos mais velhos me levavam.
Os carros com som ,puxavam aquele "cordão" da meninada feliz,contente,correndo atrás.
Mas eles, os animadores do circo, os palhaços verdadeiros,nada roubavam...
Ficávamos apenas a espera de saber a partir de que hora ou dia o Circo estaria "armado".
"Armado" porque esta era a palavra usada para informar que o Circo subira a lona,cobrira o "picadeiro", que era o palco de tudo o que se apresentava. Ví circos como o Russo,o Garcia o Nerino, entre outros.
 Quem está perto dos 50 anos , ou tem mais que isso,sabe do que estou falando,principalmente quem morou em pequenas cidades do Brasil.
Dei esta introdução para depois deixar aqui a minha indignação com a eleição ou reeleição de alguns candidatos,neste último dia 05 de outubro.  
Este ano,elegeram ,de novo, alguns candidatos "fichas limpas". E alguns bons candidatos. 
Mas elegeram uns candidatos ainda "fichas meio-sujas",e alguns "palhaços",outros nem tanto. 
Outros oportunistas,cantores,artistas,etc.
Mas quem é o palhaço-mor desta eleição ? Ou quem são os verdadeiros palhaços? Eles, os eleitos,ou nós que votamos neles ? 
Não somos nós os eleitores, por certo. 
Mas fazemos sempre papel de palhaço. Ou somos os assistentes de toda esta palhaçada,do dia a dia,no picadeiro da vida.
Tudo começou com os Trapalhões da Justiça Eleitoral,que nos últimos anos tem aprovado algumas coisas estranhas,para "liberar" alguns candidatos. Depois vem esse engodo da votação obrigatória, e por último a constatação triste de que  ainda temos muitos eleitores idiotas no Brasil. 
E muitos destes eleitores-otários votaram,de novo, no Candidato TIRICA. Aquele cearense-palhaço da televisão.
-Como comediante ele é até engraçado.
 Ele sim é um Palhaço de verdade. E jamais um político.
Da primeira vez,dizem, era um voto de protesto. Agora,após 04 anos sem ele fazer nada que preste em favor do Brasil, o elegem de novo ?
 E ele já é ,nesta eleição, um dos Candidatos com maior número de votos para Deputado Federal,no Brasil de hoje. Teve mais de um milhão de votos !
Não que o Tiririca não pudesse ser candidato ou eleito. Ele tem esse direito,mas o que estranha é a quantidade de eleitores que votaram nele. Isso prova que a quantidade de eleitores-otários brasileiros está aumentando.
A despeito de ser ele semi-analfabeto, o Tiririca, deve saber ler ou escrever alguma coisa. Quando  estiver na Câmara, poderá se "virar",pois poderá ter seus auxiliares e assessores,muitos até com curso superior,que serão pagos com o dinheiro público, de nossos impostos. 
Ou seja,dos eleitores idiotas que o elegeram, e de outros brasileiros que pagam em dia os seus tributos . 
-Nós é que pagamos a conta !
E ele poderá exercer seu segundo mandato,pois foi eleito legitimamente. Isso não questiono. 
O que  me contraria é saber que, entra ano e sai ano, as coisas não mudam... E o povo continua elegendo palhaços. Tem candidato de todo jeito,porém muitos deles sem nenhum preparo para ser um Deputado,Senador ou coisa que o valha. Tem até cantor sertanejo conhecido,que foi eleito. O José Rico,por exemplo. Só que ele não tem tradição política.
O problema é saber o que ele poderá contribuir para a Democracia, para o povo e para o Brasil,como Deputado Federal? 
Lembram-se do Juruna, do Agnaldo Timóteo e do finado Clodovil,entre outros ? Eram todos motivos de glosas e críticas,até mesmo no Congresso.  Saíram do mesmo jeito que entraram. Ou seja NADA fizeram pelo país. Apenas ganharam um bom salário durante o tempo em que lá estiveram. 
Este ano deixaram de eleger jogadores,presidentes de clubes, mas elegeram o Romário para Senador.
O Clodovil,em seu período,deu uma agitadinha naquela turma de babões. E nos fez rir algumas vezes, enquanto estava lá.
E eu pergunto : o Tiririca merece mais quatro anos de "lugar à sombra", pagos com nossos impostos?
 Ele veio de origem humilde e não deve ser rico, apesar de "trabalhar" na televisão. Mas poderia continuar como palhaço da TV, não iria morrer de fome,claro... 
-Afinal ele é engraçado mesmo !
Agora vamos pagar para ver o que ele a"apronta" no Congresso desta vez .O mais triste é a constatação de que,em pleno século XXI, ano de 2014, e os eleitores brasileiros continuam bobos,idiotas,votando por nome,ou para quem tem um nome conhecido,seja do esporte ou da TV. Celso Russomano é um exemplo disto.
E agora  reelegem um Palhaço que nem mais trabalha no Circo. Ou melhor ,vai trabalhar no Grande Circo que é Brasília, pois será um Deputado Federal a mais a "serviço" do meu Brasil.
Não estaria ele ocupando o lugar de um Candidato-Professor, ou de um Político de verdade,representante de uma Associação de Classe,por exemplo ?
O Circo continua "armado",em Brasília. 
Não tem lona,mas tem aqueles dois  "pratões" do Congresso Nacional,de concreto e aço, fechado  para uns e aberto para outros.
O CIRCO CONTINUA ARMADO,com muitos espertalhões e  um palhaço lá dentro: o Tiririca. 
E nós temos  a constatação de que aumentaram os eleitores idiotas, que não pensaram bem, para reelegê-lo. Tiririca é mais um desses  novos "Parlamentares", do Grande Circo chamado Brasil.
- "Pão e Circo " para todos.
Enquanto isso eu fico aqui,a comentar,dar a minha opinião, com :
 "Cara de palhaço, pinta de palhaço",como aquela música dos anos 70.
E me lembro de uma frase célebre,vinda lá da França  : 
-"Os Cães Ladram,Enquanto a Caravana Passa ".
TIRICA é mais um brasileiro "gosador" ,tão palhaço como os  brasileiros que o elegeram. 
Vai "tirar um sarro" com nossa cara,por certo! E ganhar um bom dinheiro durante mais 04 anos. Pelo menos não será como o  Paulo Maluf um homem acima da lei, e "quase" acima de Deus!
Parece que desta vez ele ainda não foi eleito. Está recorrendo. Tem problemas com a Justiça. É "ficha suja"...
-Mas,como a lei é para todos, menos para ele, corremos o risco de ele ser eleito e um dos mais votados,se sua candidatura não for vetada pela Justiça.
Neste ano ficou de fora até o Pedro Simon. Assim como os membros da família Sarney...
Acho que esse povo já deu o que tinha de dar.

E desta vez, nem o Suplicy foi eleito.
Mas, vamos para a frente,que atrás vem gente. Teremos que votar de novo,no segundo turno, em alguns Estados da federação, para eleger o Governador, e também o Presidente. 
Até lá vamos pensar melhor,para não cometer novos erros. 
Errar uma vez é perdoável. Errar duas vezes é burrice.
Até lá.
E viva todos nós,o Povo brasileiro, personagens  ou  heróis "macunaínicos", (quase "felinianos") que vivemos ,ainda, de pão e circo.

A.G.- 06 de outubro de 2014.