sexta-feira, 25 de março de 2011

O QUE É A VIDA AFINAL ?

Hoje estou pensativo,preocupado com a nossa estranha passágem por este mundo material.
Ou seja ,estou preocupado com a Vida.
Não só com a minha vida. Estou pensando na vida de todos os meus semelhantes!
Fiz este questionamento toda a semana,com tantas notícias ruins que se vê no dia a dia e nos noticiários de TV,jornais,etc. São muitas mortes acontecendo,com a Guerra na Líbia, a Catástrofe no Japão,atentados em Israel, crimes dos policiais,dos bandidos,nos assaltos ou se eliminando um a outro.
Mortes sem "justificativas".Mortes por doenças simples como a dengue,a qual os médicos nem sabem mais diagnosticar direito.
Porém,hoje,mais que nos outros dias,fiquei triste logo cedo...
Tudo isto me leva a um atavismo mental,voltando ao meu tempo de criança. Época em que,no dia do meu aniversário,minha mãe me levava no Cemitério. Não para me agradar, mas porque em verdade,era Dia de Finados e ela estava visitando seus parentes mortos.E visitando, até irmãos meus,que morreram muitos deles bem pequenos,lá no Nordeste.
 Somente quando eu tinha uns 12 anos de idade viria a entender isso.
Minha mãe era tão conformada com a morte, que apenas dizia : "Ah! morreu porque não era para viver"
Meu pai,mais desligado ainda, resmungava :" Esses meninos são morredozinhos demais...."
E completava ;"Logo nasce outro,para compensar". Enterravam e pronto. No ano seguinte,nascia outro mesmo. Minha mãe teve 11 filhos. Morreram 6,sendo um adulto. Dos pequeninos,morreram muitos antes de completar um ano de idade...Eu nasci depois  destes, e soube de tudo pelos outros  quatro irmãos mais velhos.
Assim foram cinco antes de mim. Nem sei o nome deles. Acho que só minha mãe sabia,pois tinha "batizado" todos e só.
 Isso mesmo,porque meu pai só resgistrou-nos em cartório quando tínhamos 08,09 e 10 anos. Se não fosse a exigência da Escola...Meu registro de nascimento foi feito quando eu já tinha quase uns 11 anos,acho!
Assim,vendo todas estas notícias ruins e voltando do passado,me fiz esta pergunta hoje:-
- Que é a vida afinal ?
-Por quê muitas pessoas morrem de uma só vez, num determinado lugar ?
 -Como escapar  destas catástrofes...
-E Por quê algumas pessoas escapam e outras não?
-A vida é só esta ?
Todas estas questões me deixam angustiado. Eu pessoalmente acredito em outra vida,na vida espiritual...
Senão,que graça teria essa passágem tão rápida ,como é para alguns,aqui na Terra ?
-E por quê as pessoas lutam tando para adquirir bens materiais,chegam a ficar doentes trabalhando para juntar bens,muitos deles supérfluos,se estamos aqui de passágem?
 Não levarão nada ao morrer. E se deixam muitos patrimônios,quem garante que os herdeiros darão valor aos mesmos ? Muitos se matam,brigando por bens de herança.Outros ficam inimigos !
Muitas pessoas estão morrendo por defender o patrimônio,casa,carros,etc.
-Por quê o egoísmo está tão grande no ser humano,que mata o outro apenas porque este arranhou seu carro numa batida de trânsito ?
-Por quê a mulher, que disse amar o homem, o envenenou,como aconteceu esta semana em Goiânia ,Go.
-Por quê os homens estão matando as mulheres que diziam amar e  que agora as matam,ou as perseguem, porque elas os abandonaram?
.... E abandonam porque já sofreram muito junto deles, nas "mãos deles",digo eu.
-Por quê uma mãe joga seu filho récem-nascido no rio, ou deixa-o nas calçadas,ao relento,como se quizessem se livrar deles em definitivo,como se fôssem um "peso" para elas ?
-Por quê os ricos se suicidam,se nada falta para eles ?
São questionamentos que podem ter  respostas,do ponto de vista social,criminal,talvez até psicológico. Mas não têm resposta,pelo menos para mim,do ponto de vista espiritual.
Porque a vida nos é dada por Deus para que vivamos em comunidades,sejamos útil uns aos outros e nos ajudemos mutuamente, para enfrentar este mundo e seus problemas.
Porque se não fôsse este o Propósito de Deus,ele teria deixado apenas os animais aqui.Ou então teria deixado apenas o primeiro casal, e depois os eliminaria...
 E não daria ao homem a ordem :"Crescei e Multiplicáivos ".
As pessoas estão matando por nada. A vida humana nada vale e a morte ficou banalizada.
Morrer agora é apenas um detalhe...
Está difícil se manter vivo...
Temos de preservar nossas vidas,deixar ela fluir,aprender, ajudar o próximo.. E finalmente, esperar  que a velhice,com seus males e suas doenças, traga a morte.
 Não podemos precipitar ,antecipar a morte. Lógico que ela virá. Mas bem que poderia "dar um tempo" maior,inclusive para dar tempo de o homem e a mulher evoluir espiritualmente.
 Temos de colaborar para isto. Evitar situações de perigo, de acidentes. Ter precaução em tudo que estivermos fazendo. E respeitar a vida de nosso semelhante...
Senão,para quê estamos aqui ?!
"É preciso estar atento e forte..e.não ter medo de enfrentar a morte ",como dizia uma velha cançãoI
PENSEM  NISSO !
ALG 25 de março de 2011

segunda-feira, 21 de março de 2011

Poesia

DIA MUNDIAL DA POESIA

Como já disse em um texto de fevereiro deste ano,não sou poeta e nem sou dado a "tentar" fazer poesias.Meu negócio é escrever ."Cada macaco no seu galho",como diz o ditado.
 E a poesia não é qualquer um que faz,tem que sentir,ter dom.
 A poesia,para mim,é a fala ou a escrita que vem da alma.
 É o sentimento em forma de versos.
 É o sofrimento ou a dor,se expressando ,pelas mãos de quem sente e de quem sofre!..
A poesia é,sobretudo,a sublimação final de um amor que não deu certo,ou que virá....ou pelo menos que se espera que venha um dia...
É o canto lírico,em forma de letras,de quem anseia por amar ou espera o amor-sentimento,o amor-sexo,o amor-amor!
Assim,para homenagerar a todos os poetas e principalmente meus seguidores e seguidoras,blogueiros e blogueiras,reproduzo adiante uma Poesia ou Poema,de um Escritor Goiano,do qual tenho alguns livros : Gabriel Nascente.

DIA DO JUIZO (DIA DEL JUICIO )

" No vine para- molestar el sentimiento
de aquellos que perderan el camino de las lágrimas.
Ni tampoco para ulcerar la dignidad sacra
del pan sobre la mesa...

Vine amigo,para hablar de esta herramienta fundamental que es la vida,
de estos ojos naufragados en la rebelión de un llanto,
de la tristeza sin fin de mi madre,
que toma remédio de hora en hora..
del cansancio contenido de sus ojos,
pidiendo sosiego para el mundo.

Vine ,sobre todo,amigo,para hablar
del regresso imponderable de todas la mañanas,
de la estrella magnífica que blanquea
como espuma
en los ojos de la lavandera,
de los que trabajan com los muertos
y sabem de color,de la numeracón de las lágrimas...
de los que construyen departamientos
y duermen en camas de cinc...

De la poesia,sobre todo de la poesia,
que es mas fuerte que un buey,
en la carga de su ofício;

De la poesia,
que és mas vulgar,
que un beso en el prostíbulo;

De la poesia
que cancela la deseperacíon,
que maltrata el sufrimiento,
que proclama la paz;

De la poesia,
que navega en nuestro cuerpo
como un grito en una mansión desierta;

De la poesia,
que es más bella,que un tren en la selva.

De la poesia
que es más bella,
que un cántaro lleno de agua;

De la poesia,
que es como la presencia de un río
entrando por la noche de los escombros...

De la poesia
_ ave clara,ternura;
Déjame morir
entre las estrellas. "

(Gabriel Nascente -no livro "Os passageiros-1ª edição,1975,
Livraria eEditora Cultura Goiana)


sexta-feira, 18 de março de 2011

A Paz

A GRANDE CIDADE :Uma visão sociológica

Ainda dentro do tema "Meio Ambiente" e fazendo uma simples análise sobre a vida no Planeta em que vivemos,estou aqui dando minha opinião sobre a vida nas Grandes Cidades nos últimos anos. Especificamente da cidade na qual vivo. Uma Capital nova,que nem completou 80 anos de sua fundação.
 Falo com propriedade,pois vivo há mais de trinta anos nesta Grande Cidade,projetada inicialmente para 50 mil habitantes e hoje uma Metrópole com mais de um milhão e duzentos mil  habitantes.
Moro em Goiânia, Capital do Estado de Goiás,considerada uma das  cidades mais bonitas do Brasil e ainda boa para se viver.É arborizada,tem clima quente,na maioria dos meses do ano e um comércio e prestação de serviço atuantes. Não temos muitas indústrias ainda,no perímetro urbano.
Diria que é uma Capital moderna,em comparação com outras Capitais do Brasil.
Porém,como a maioria das grandes cidades,nos últimos 20 anos o crescimento tem sido desordenado,com bairros e mais bairros se espalhando por todo lado,muitos ainda sem infra-estrutura. Distantes do centro e com ônibus que demoram e  superlotados,motoristas sem educação,etc.....
Em contraposição à arborização e malha viária definida para o centro da cidade, já são comuns os congestionamentos em vários pontos .Na minha opinião tem gente demais num mesmo lugar e na mesma hora. Inclusive,comentando isto com um senhor do interior,ele me disse que a solução era simples: "Tem gente demais aqui" -disse ele.... E completou : "O ideal seria mandar muita gente embora da cidade para outras menores,ou para a roça mesmo. Pois muitos vem de lá,para procurar melhora aqui e "incham" a Capital . Querem viver aqui de qualquer jeito,sem casa,sem emprego" .
 E digo eu.- mandar gente embora daqui ?
- O problema não é tão simples assim... E é direito da pessoa querer progredir,crescer..Não é proibido sonhar e querer o melhor para a vida !
Pensando assim,para aqui vieram os construtores de Brasília: os "candangos",no início dos anos 60.
 E muitos outros nordestinos,que atraídos pelo "crescimento" da Capital,viram uma possibilidade de melhora de vida para eles,desde então. Nos últimos anos são os Paraenses, Maranhenses,Tocantinenses e Matogrossenses que estão vindo para cá,em busca de "melhores" dias. Agora para trabalhar na construção de prédios.
 Mas a vida não é fácil,pois não há emprego para todos e há muitas exigências do mercado de trabalho,pedindo cada vez mais uma mão-de-obra qualificada.O que muitos não tem. E muitos voltam,por não terem perspectivas e condições de permanecer aqui. Mas os que ficam,querem viver de qualquer jeito...e começam aí as dificuldades. Muitos,sem chances e na luta pela sobrevivência viram catadores de papel,ou enveredam pelo mundo do crime...
Como a mídia influencia e todos querem ter bens de consumo,muitos  compram veículos:carros e motos. Mas não possuem casas. Assim,a cidade está se "abarrotando" de carros e motos .Não há mais espaço nas ruas. Os congestionamentos são inevitáveis. Parece que todos saem às ruas na mesma hora.Isto sem falar nos horários de "pico",em que são inevitáveis as batidas piorando mais ainda o trânsito.Há tantos carros, que estes estão tomando os espaços das calçadas,seja no centro ou nos bairros.O tumulto é geral.
Assim,a cidade ,que poderia ser uma das melhores para se viver,está se igualando a outras do porte de Salvador,Belo Horizonte,São Paulo e Rio de Janeiro,com criminalidade alta,custo de vida idem,e a correria do dia a dia,tirando de nós o título de "melhor Capital para se viver"!
 Aumentou assim  a poluição,os acidentes,os assaltos,os trombadinhas nos ônibus e nos terminais, e os ladrões nas portas dos Bancos. Ou seja,perdemos a tranquilidade dos anos 70 e 80,em que saíamos às ruas e podíamos caminhar nas calçadas,fazer serenatas à noite..
 Hoje não há mais cinemas fora dos Shoppings,por causa da falta de segurança. Não se pode mais fazer serenatas,sob pena de ter o violão roubado ! Ou ter o carro roubado em qualquer lugar da cidade.
Acabou o romantismo e a tranquilidade. Vivemos com medo. E como diz o poeta-escritor Goiano,Gabriel Nascente, "É preciso saber que as calçadas são travesseiros do povo...os muros estão carimbados de medo" e num outro poema ele diz "vivemos numa terra de homens agachados" ! "O Homem está só...o medo cresce!"
 O progresso a todo custo tirou a "alma" da cidade. Tudo é vazio e perigoso à noite. De dia ou de noite são os bandidos que estão proliferando.É a droga,o tráfico e a prostituição aumentando. Bem perto de nós!
É uma pena,pois quando aqui cheguei,pequeno ainda,via a cidade como um paraíso.Tive oportunidade de crescer aqui,brincar nas ruas,caçar passarinhos,jogar bola,empinar pipas,ir pescar no riacho perto de casa !
Infelizmente não se pode fazer isto  mais. O homem está trancado em casa e os bandidos ,traficantes e drogados nas ruas.Não é só aqui. Este é um problema comum às Grandes Cidades...
"A Cidade Grande circunstanciada,amorfa em seus limites,
 Não sabe do sono ou vigília de seus habitantes...
Não sabe da erva queimada,puxada no peito
Não sabe do fato, do  feto desfeito,
Não sabe o momento, do esquecimento..,
Não sabe do assalto, do crime,do ato
Ou  do corpo caindo do alto,
De seus edifícios de ferro e cimento...
E num outro dia,radiante e sem temores...
A Cidade assim postada, e de sol inundada,
nos ensina o caminho para a Bolsa de Valores" (C.B.)
ALG 18 de março de 2011

segunda-feira, 14 de março de 2011

SALVAR O PLANETA -AINDA DÁ TEMPO !

Este período da quaresma,para os católicos,principalmente, é tempo de conscientização e de reflexão. Passados os períodos festivos( e de alienação),com o carnaval e resquícios de coisas erradas que fizemos no ano passado,agora é hora de pensar,refletir : o que queremos para nós mesmos ? E para nossos irmãos ? E para nosso planeta Terra ?
Como vemos, a Terra está agonizando...São terremotos,chuvas em demasia,"tsunamis" e tragédias todos os dias. Milhares de pessoas morrendo ou ficando desabrigadas,seja no Brasil,na Austrália ou no Japão. O Mundo está revolto em destruições e catástrofes todos os dias. Isto sem falar na Guerra da Líbia,onde um monstro manda matar pessoas para se perpetuar no Poder.
 Muito do que está acontecendo é por nossa culpa mesmo. Outras coisas são inexplicáveis,do ponto de vista humano,mas não do ponto de vista da própria Natureza,que se vinga da destruição que causamos a ela. Somos os principais culpados por essas tragédias humanas. A Natureza é perfeita.Tal como Deus. Mas ela, a Natureza se vinga do que fizemos a ela.
 Ou é uma consequência natural ?
-Não sei. O que sei é que temos muita culpa em tudo isso.
Podemos mudar o "rumo das coisas",com atitudes conscientes: como deixar de poluir os rios e os mares,parar de destruir as florestas, gastar menos energia, consumir menos coisas supérfluas e evitar a poluição ambiental,que aumentou muito nos últimos 20 anos por causa de gases tóxicos de indústrias,gás carbônico dos carros,etc.
Chegou a hora ! Não dá mais para esperar. Temos de ter "atitudes ecológicas" ,sob pena de destruir o Planeta em que vivemos....
E tem o lado espiritual,que muitos acreditam: temos de diminuir nosso pecados (ou são erros ?).
 O "Peso dos nossos pecados vai destruir-nos" disse um religioso estes dias na TV . Ele está se baseando na frase Bíblica que diz : " O salário do pecado é a morte".
Não sei se os nossos pecados vão destruir a Terra. Mas sei que nossos erros e nossas atitudes podem contribuir para isso.
Precisamos salvar o Planeta Terra  !
É hora de mudar,pensar no meio ambiente,na ecologia,no futuro do Mundo. No nosso futuro !
A Terra,nossos filhos, nossos netos e todas as gerações futuras,agradecem...
ALG 14/03/2011

quarta-feira, 9 de março de 2011

ESTAMOS COMENDO PLÁSTICO ?

- ESQUEÇAMOS O CARNAVAL!
Começou,para os Cristãos,principalmente para os Católicos,a" Campanha da Fraternidade 2011".
 O Tema é " Fraternidade e a Vida no  Planeta"
Nada mais oportuno,pois o que vemos é destruição e poluição por toda parte.
Parece que o homem atual vai viver sua vida e não deixará descendentes,como se quizesse destruir o mundo nesta sua geração.
 A ambição e a própria necessidade de desenvolvimento "insustentável", está destruindo nossas reservas naturais ,tudo em nome do progresso....
Fiquei sabendo,através de um programa de TV, que os peixes,do mar ou da água doce,estão comendo plastico! 
É verdade,de tanto plastico jogado nos rios,e no mar,através de emissários submarinos ou das pessoas ,que jogam detritos e lixos nos  esgotos e nos rios ou  no mar, que os peixes estão triturando estes sacos plásticos e tais artefatos fazem parte de seus alimentos. Criam bolotas de plástico nos seus organismos e morrem,ou o estomago deles absorve isto e vira alimento .Um alimento à base de petróleo e produtos químicos ,tal como é o plástico. Os peixes não precisam de plásticos.Nem eles vendem salcolas .Os peixes são vitimas de nosso descaso .
De nossa irresponsabilidade...
Mas  não nasce peixe empacotado não.
 Nos rios de água doce (?),além disso, também está tudo poluído,tal é a quantidade de sacolas,detergentes,desinfetantes e resíduos gráxicos que chegam nos seus leitos. E os peixes comendo tudo isso e mais o plastico.
E nós comendo peixe...
 Mas eles,os peixes, não empacotam suas fezes ou os peixinhos. Aqueles que vemos nos supermercados foram empacotados pelos distribuidores. Eles ,os peixes que estão alí,que iremos consumir na Semana Santa,muitos deles,comeram plástico!
 Até os Bacalhaus,que vem de Portugal ou da Noruega ?..Pergunto eu.
Acho que sim.
 O problema mais sério é que depois,ao comprarmos os peixes, bacalhaus e outros peixes como Surubins etc. ,acabamos por comer plastico também.
 Daí a pergunta :-Estamos comendo plástico?
-SIM !
É um problema sério ,de saúde publica,ecológico ambiental e obrigatório para todos nós. E agora ,com a Campanha da Fraternidade defendendo este tema,de salvar o Planeta,temos todos de nos engajar...
.Alguma coisa tem de ser feita.
Cada um pode fazer sua parte. Senão,que será do nosso Mundo nos próximos anos...
O Mundo,tal como conhecemos,não vai acabar em 2012,como dizem os Maias e os Aztecas !
Vamos precisar do Planeta Terra ainda para viver,senão para nós,para nossos filhos,nossos netos...
Ainda não está certo que há vida em Marte !  E a tão propalada venda de lotes na Lua,está suspensa,até ordem superior .
Vamos ter que ficar por aqui mesmo...
Vivemos num mundo de plático,é sacola para todo lado. Tudo que compramos nos supermercados está dentro de plasticos, platificado ou vem em sacolas de pásticos. E temos de nos livrar delas.
 Logo elas que demoram tanto para se destruir. Dizem que levam mais de um século para acabar de vez.
Tudo está "envolvido",ou em invólucros de pláticos !
Até o bilau deve ser "utilizado" devidamente platificado,para evitar a Aids ou Sida,ou coisas parecidas. É um mundo cruel esse que estamos construindo.
Temos que mudar tudo isto. Ainda é possível a mudança.É uma questão de conscientização. .
- Não é assim ?
Mundo nojento este,depois de tantos conhecimentos,dietas macrobióticas,medicinas alternativas e conhecimentos nutricionais que adquirimos,ainda somos reféns do plástico...-
-Não ao plástico,digo eu.
Salvemos o Planeta Terra ,para salvar nossas vidas, e a dos nossos descendentes.
PENSEM NISSO !
E  AJAM !
ALG.
09 de março de 2011.

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2011