sexta-feira, 23 de setembro de 2011

AS "GAIOLAS" DE FERRO E CIMENTO - Sonho ou Pesadelo da Falsa Classe Média Brasileira ?

Moro numa cidade grande. Goiânia está se transformando numa Megalópole. Estão sendo construídos prédios por todos os lugares.Embora espaçados por regiões,os "paliteiros" de prédios já aparecem imponentes em vários bairros da cidade. Apartamentos caros. Muitas vezes mais caros do que os do centro da cidade.
À primeira vista é o progresso que está se materializando. Para quem compra, inicialmente,é o auge da evolução econômico-financeira. Todos almejam ter um apartamento,um carro e um cachorro. É o "status" da sociedade moderna, sendo alcançado. E agora,mesmo para quem tem uma renda de pouco mais de quatros salários mínimos. Renda esta que nos países desenvolvidos da  Europa ,ou nos Estados Unidos é considerada renda  de miseráveis. Na Inglaterra,conforme o lugar,dá para pagar apenas o  aluguel de um quarto  dentro de uma casa.
Aqui, se a pessoa batalhou, lutou, entrou num financiamento para pagar em trinta anos,e conseguiu,o problema será dela. Só que  vai morar num "kitinete", de um ou dois quartos e que não tem nem garagem para o carro, nem vaga para a sogra.Mas tem lugar para o cachorro. Eu diria aquela frase dos anos 80, na forma interrogativa : " A Classe média vai ao paraíso ?
-Não!!!!! Respondo eu.
Esta "Classe Média Brasileira", que o IBGE classificou em 2010,com pessoas que têm um geladeira,uma TV, um  DVD,  uma Máquina de lavar e um carro usado e  com uma renda de pouco mais de R$ 2.000,00 (Renda familiar), mas que não possui casa própria, para mim não é Classe Média. Acho que esta classificação tem interesses obscuros,para maquiar uma situação e enganar a opinião pública e os Países Ricos. É mais ou menos igual ao que fizeram com o Ensino Superior. Para enganar a opinião pública internacional, o Governo brasileiro do Lula, autorizou a abertura de muitos cursos e muitas Faculdades,em todo o País.. Só que agora está se vendo o resultado : Faculdades sem alunos,sendo fechadas ou com  cursos superiores a nível de 2º Grau. E não preparam os jovens para o mercado de trabalho.
Contudo, acreditando serem de classe média mesmo,as pessoas agora estão se endividando cada vez mais. Comprando carros e apartamentos financiados,embora não tenham renda para tanto.
Na verdade,se você compra um carro financiado em 48 a 60 meses,você está pagando caro para ter um automóvel,pois passará 4 a 5 anos pagando-o e quando terminar de pagar, o carro não vale nem 40% do que você pagou por ele.  Vai viver endividado,trabalhando dobrado para poder manter isso. E tem todas as despesas,pneus,gasolina IPVA,bateria,óleo,acessórios,etc. É caro manter um carro. E hoje,muitas pessoas não abrem mão dele.
-Tudo bem,se podem possuir. ("Quem pode,pode,quem não pode se sacode,segura nas barbas do bode!"). Porém, muitos deixam de se alimentar melhor,para alimentar o carro. É um dos sonhos ,ou  mais um  pesadelo dessa nova "Classe Média".
-Como ficarão no futuro , estes "novos ricos" do Brasil,que ganham, atualmente, 4 salários mínimos ?
Ocorre também com a compra de apartamentos . Você compromete mais de 50% de sua renda, com a prestação do mesmo e com a taxa de condomínio.Passa a ser escravo desta situação. Você pensa que  pode, por se achar ser da  "Classe Média",que o Governo classificou. Mas, não é !"
O Governo "classificou" mal, e agora incentiva seus membros a se endividarem ,através destes financiamentos a "perder de vista",ou melhor, a longo prazo.
Cuidado com as armadilhas.Os sonhos, da casa própria e do carro,podem virar pesadelos.
Todos querem comprar os apartamentos. Este é o sonho antigo da "casa própria" se materializando.Mas a que preço? Muitos não podem ,mas por imposição dessa sociedade controlada pela Mídia,pela TV, "entram" nos financiamentos ,para adquirir um bem  móvel,ou imóvel. A Sociedade nada nos dá,mas cobra esta "evolução",ou aumento do patrimônio.
O Próprio Governo incentiva. Mas não se pode entrar nessa "onda" e comprometer 60 a 70% da sua renda com casa,carro e condomínio.Depois,como você vai comer. Vai se alimentar mal. E assim ficar mais doente,e estressado,preocupado. Terá de comprar mais remédios,etc.
E o preço dos "planos" de saúde? É uma bola de neve tudo isso.
Pessoas e mais pessoas estão se aglomerando em nossa cidade.Pessoas oriundas de todos os lados,sem formação,sem cultura,sem emprego. E todas querendo morar nos prédios,entrarem nessa "Classe Média" de mentira,da Cidade Grande... Não seria melhor ficarem em suas cidades de origem ? O Governo deveria dar condições para que estas pessoas não imigrassem para cá,ao invés de ficar prometendo casas para elas.
Ou então o Governo lhes financiaria lotes,melhorando esse programa "Minha Casa , Minha Vida" e não repassando verbas e mais verbas para  estas construtoras milionárias...
Pois,do jeito que está,os "remediados",que não são Classe Média,vão perder suas casas,no futuro,como ocorreu na época do BNH !
Muitos desistem e perdem dinheiro,ou brigam na Justiça,para ter restituídos os valores já pagos, com suas economias de vários anos. Alguns compram os carros financiados e depois não podem pagar as prestações...começam os problemas com as financeiras,bancos,"busca e apreensão" do carro,etc.
No caso dos Apartamentos, o Governo incentiva,as construtoras agradecem,e mais e mais prédios vão surgindo.Eu mesmo moro perto de um destes"paliteiros"(nome novo para estas  aglomerações de prédios).
E pergunto : que famílias são estas que estão se mudando para estas Gaiolas  ou "Apertamentos" ?
Quantas pessoas cabem num apartamento destes ? Há garagens para todos os carros dos moradores? E a qualidade de vida ao redor ? E o lençol freático ? E os espaços comuns, divididos entre os condôminos ? Há harmonia nestes prédios?  E a perda da individualidade ? E os espaços nas ruas sendo tomado pelos carros?.... Até as calçadas eles estão invadindo. E esse trânsito insuportável?
E me vem à mente a pergunta daquele Arquiteto famoso....."E as cidades,como ficarão as cidades ?"
 -E como são estes prédios que estão fazendo a toque de caixa, financiados ou não pela Caixa? 
São apartamentos ou dormitórios cercados de grades ?
E fico pensando,que qualidade de vida é esta,que você vai ter de morar trancado,num cubículo,com seu carro lá no meio da rua ? Espaços pequenos, quartos pequenos ,onde para se trocar de roupa terá de trocar de quarto!
Some-se a tudo isto o valor da prestação,o valor  da taxa do condomínio. Tem a conta de luz,da internet....
Como vai pagar escola para filho,faculdade,etc. ,com sua renda já comprometida,com carro e  apartamento .
Muitas mulheres,mesmo as casadas, ainda querem ter um caro só para elas. Depois,por necessidade ou por imposição da Mídia,a filha ou o filho, quer comprar carro também.Vai pôr onde?
Vejo que estas gaiolas,que estão sendo construídas às pressas,para guardar a família moderna de poucas pessoas,são apartamentos-laboratórios caros,destinados à estas pessoas alienadas, deste "fim dos tempos",onde há muitos solitários e solitárias também. Pessoas egoistas e ambiciosas,sem formação moral,algumas viciadas.... (não todas,claro)
.E estamos "criando" uma população de endividados. Ficarão "nas mãos" dos bancos!
- Que futuro terá esse povo moderno, do século 21,de famílias desestruturadas de mães e filhos, dessa sociedade louca,na qual se joga  crianças no lixo e se  vestem de roupinhas os cachorros e gatos. Pessoas  unidas apenas por interesses e nada de amor!
Não sei se terão um futuro bom  não....
Enquanto vejo isso,  e observo de fora toda essa"loucura",vou preferindo morar rente ao chão numa casa simples com quintal, com caixa d'água derramando e o beija-flor tomando banho nos respingos de água quando ela enche!!!!.. 
Vou vivendo com o "pé-no-chão" e  o coração sem mágoas . E  uma vida sem dívidas para o futuro..
 Sou adepto da frase  "Cada macaco no seu galho!"
O meu pai falava :  "Quem é do chão,não se atrepa!"
Não quero viver enfurnado ,engaiolado, nestes edifícios de ferro e cimento.. Não quero fazer dívidas para o resto de minha vida...
Não quero mudar minha vida simples...
O que eu quero é muito pouco,
paz, amor e liberdade....
O que eu  não quero é ficar louco...
Quero é fugir da  Cidade!

ALG -Agradecendo a chegada da Primavera!
23/09/2011