sexta-feira, 25 de março de 2011

O QUE É A VIDA AFINAL ?

Hoje estou pensativo,preocupado com a nossa estranha passágem por este mundo material.
Ou seja ,estou preocupado com a Vida.
Não só com a minha vida. Estou pensando na vida de todos os meus semelhantes!
Fiz este questionamento toda a semana,com tantas notícias ruins que se vê no dia a dia e nos noticiários de TV,jornais,etc. São muitas mortes acontecendo,com a Guerra na Líbia, a Catástrofe no Japão,atentados em Israel, crimes dos policiais,dos bandidos,nos assaltos ou se eliminando um a outro.
Mortes sem "justificativas".Mortes por doenças simples como a dengue,a qual os médicos nem sabem mais diagnosticar direito.
Porém,hoje,mais que nos outros dias,fiquei triste logo cedo...
Tudo isto me leva a um atavismo mental,voltando ao meu tempo de criança. Época em que,no dia do meu aniversário,minha mãe me levava no Cemitério. Não para me agradar, mas porque em verdade,era Dia de Finados e ela estava visitando seus parentes mortos.E visitando, até irmãos meus,que morreram muitos deles bem pequenos,lá no Nordeste.
 Somente quando eu tinha uns 12 anos de idade viria a entender isso.
Minha mãe era tão conformada com a morte, que apenas dizia : "Ah! morreu porque não era para viver"
Meu pai,mais desligado ainda, resmungava :" Esses meninos são morredozinhos demais...."
E completava ;"Logo nasce outro,para compensar". Enterravam e pronto. No ano seguinte,nascia outro mesmo. Minha mãe teve 11 filhos. Morreram 6,sendo um adulto. Dos pequeninos,morreram muitos antes de completar um ano de idade...Eu nasci depois  destes, e soube de tudo pelos outros  quatro irmãos mais velhos.
Assim foram cinco antes de mim. Nem sei o nome deles. Acho que só minha mãe sabia,pois tinha "batizado" todos e só.
 Isso mesmo,porque meu pai só resgistrou-nos em cartório quando tínhamos 08,09 e 10 anos. Se não fosse a exigência da Escola...Meu registro de nascimento foi feito quando eu já tinha quase uns 11 anos,acho!
Assim,vendo todas estas notícias ruins e voltando do passado,me fiz esta pergunta hoje:-
- Que é a vida afinal ?
-Por quê muitas pessoas morrem de uma só vez, num determinado lugar ?
 -Como escapar  destas catástrofes...
-E Por quê algumas pessoas escapam e outras não?
-A vida é só esta ?
Todas estas questões me deixam angustiado. Eu pessoalmente acredito em outra vida,na vida espiritual...
Senão,que graça teria essa passágem tão rápida ,como é para alguns,aqui na Terra ?
-E por quê as pessoas lutam tando para adquirir bens materiais,chegam a ficar doentes trabalhando para juntar bens,muitos deles supérfluos,se estamos aqui de passágem?
 Não levarão nada ao morrer. E se deixam muitos patrimônios,quem garante que os herdeiros darão valor aos mesmos ? Muitos se matam,brigando por bens de herança.Outros ficam inimigos !
Muitas pessoas estão morrendo por defender o patrimônio,casa,carros,etc.
-Por quê o egoísmo está tão grande no ser humano,que mata o outro apenas porque este arranhou seu carro numa batida de trânsito ?
-Por quê a mulher, que disse amar o homem, o envenenou,como aconteceu esta semana em Goiânia ,Go.
-Por quê os homens estão matando as mulheres que diziam amar e  que agora as matam,ou as perseguem, porque elas os abandonaram?
.... E abandonam porque já sofreram muito junto deles, nas "mãos deles",digo eu.
-Por quê uma mãe joga seu filho récem-nascido no rio, ou deixa-o nas calçadas,ao relento,como se quizessem se livrar deles em definitivo,como se fôssem um "peso" para elas ?
-Por quê os ricos se suicidam,se nada falta para eles ?
São questionamentos que podem ter  respostas,do ponto de vista social,criminal,talvez até psicológico. Mas não têm resposta,pelo menos para mim,do ponto de vista espiritual.
Porque a vida nos é dada por Deus para que vivamos em comunidades,sejamos útil uns aos outros e nos ajudemos mutuamente, para enfrentar este mundo e seus problemas.
Porque se não fôsse este o Propósito de Deus,ele teria deixado apenas os animais aqui.Ou então teria deixado apenas o primeiro casal, e depois os eliminaria...
 E não daria ao homem a ordem :"Crescei e Multiplicáivos ".
As pessoas estão matando por nada. A vida humana nada vale e a morte ficou banalizada.
Morrer agora é apenas um detalhe...
Está difícil se manter vivo...
Temos de preservar nossas vidas,deixar ela fluir,aprender, ajudar o próximo.. E finalmente, esperar  que a velhice,com seus males e suas doenças, traga a morte.
 Não podemos precipitar ,antecipar a morte. Lógico que ela virá. Mas bem que poderia "dar um tempo" maior,inclusive para dar tempo de o homem e a mulher evoluir espiritualmente.
 Temos de colaborar para isto. Evitar situações de perigo, de acidentes. Ter precaução em tudo que estivermos fazendo. E respeitar a vida de nosso semelhante...
Senão,para quê estamos aqui ?!
"É preciso estar atento e forte..e.não ter medo de enfrentar a morte ",como dizia uma velha cançãoI
PENSEM  NISSO !
ALG 25 de março de 2011