domingo, 9 de abril de 2017

" O BEBÊ DE ROSEMARY" -Um Clássico do Cinema-(Ano :1968)- Direção de Roman Polansky- Com Mia Farrow,Ruth Gordon , John Cassavettes e outros.


  • Este  é um filme que teve publicidade garantida não só pelo filme em si, que concorreu a prêmios do Oscar de 1969,mas também por causa da própria vida trágica e cheia de altos e baixos do Diretor Roman Polansky  e da Atriz  Mia Farrow,que entre outras coisas foi esposa ou amante de Frank Sinatra,esposa do compositor Andre Prévin (do filme " O Vale das Bonecas" ) e se casou depois com o Woody Allen,a quem acusou de ter se relacionado sexualmente com uma das filhas adotivas dela,quando esta ainda era menor de idade.
  • Depois ele (Allen) separou-se dela e passou a viver com essa filha adotiva da Mia Farrow...(que de certo não foi tão estuprada assim,pois aceitou viver amasiada com o estuprador Woody Allen).
  • O que virou caso de polícia.
  •  Junte-se a isto o fato de que o Diretor do filme, Roman Polansky ,num pequeno espaço de tempo em que morou nos Estados Unidos,estuprou uma menor de treze anos de idade e por isso nunca mais lhe permitiram de ir lá. 
  • Se ele pisar lá no território americano,será preso.
  • Nem pôde  ir receber o Oscar pelo Filme "O Pianista" que dirigiu na Europa e foi premiado pela Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood. Mas, o Diretor Polansky ficou famoso também pela Direção do Filme "Tess",com a bela Nastassja Kinski,que fez estrondoso sucesso  nos anos de 1980 e até hoje é um dos filmes mais vistos no Netflix.
  • E bem antes,nos meados dos anos de 1970 ,a sua primeira esposa, Sharon Tate ( "O Jovem Frankenstein") ,que estava grávida,foi vítima de um ritual macabro,e foi morta pelo maníaco drogado Charles Manson, que está preso até hoje. Parece que a "maldição" do "Bebê de Rosemary" os acompanhou pelo resto da vida.
  • O Filme em si tem história bem simples,mas que na época assustou o mundo,por causa da trama também macabra que nele se desenrola:  Os jovens recém-casados Guy ( John Cassavetes ) e Rosemary (Mia |Farrow) se mudam para um apartamento na Cidade de Nova York, (EUA) e fazem amizades com os vizinhos.Quando o casal mais velho da porta ao lado ficam amigos demais de Rosemary,os alertas de uma mulher que havia cometido suicídio recentemente no prédio vêm à lembrança. 
  • Esse filme que trata de uma espécie de "culto ao demônio", é,na verdade ,um filme de terror psicológico muito bem articulado. E é a vizinha estranha e muito bem interpretada por Ruth Gordon,que "rouba a cena",neste filme.Ela inclusive ganhou um Oscar de atriz coadjuvante neste filme.
  •  Com roteiro do próprio R.Polansky o filme é baseado no livro do Escritor  Ira Levin, ( que também escreveu" Os Meninos do Brasil"),
  •  O filme tem como ponto de impacto a cena em que o "filho" de Rosemary é concebido. Quem viu nunca esqueceu. E quem quiser ver e se assustar é só ver o filme,que se encontra nas Locadoras e talvez até o no You Tube.
  • Entre estas "maldições" ou " coincidências" que acompanham a historia deste filme,temos que informar,mesmo a título de curiosidade que, as cenas do "Bebê de Rosemary" foram gravadas no prédio chamado Edifício Dakota,onde também viria  morar,anos mais tarde, o famoso compositor John Lennon (dos "Beatles") e sua mulher japonesa Yoko Ono. E foi bem perto dele que o autor de "Imagine" foi assassinado nos anos 80,por um "fã" meio doido,que foi condenado e também está preso até hoje nos EUA.
  • Ou seja,se fizessem um filme contando estas tragédias  pessoais ,subsequentes ao filme "O Bebê de Rosemary", daria  um outro filme, talvez até melhor que este intrigante filme de terror psicológico de Roman Polansky.
  • E antes que me esqueça: quem quiser saber quem é o verdadeiro pai do Bebê da personagem Rosemary,tem que ver o filme...
  • .............................................
       Reedição : 09 de abril de 2017.
      Compilação dos dados e texto original de Antônio Luiz Gomes