sexta-feira, 21 de abril de 2017

BRASIL POLÍTICO : ANTES E DEPOIS DA "OPERAÇÃO LAVA-JATO" !

Como sabemos, de dois em dois anos temos que votar nas eleições que acontecem em todo o Brasil. Em períodos alternados, neste espaço de tempo, votamos em Vereadores e Prefeitos, e depois em Deputados Federais, Senadores e até para Presidente da República.
E somos obrigados a votar, pois no Brasil o voto é obrigatório. E é por isso que temos de votar, senão muitos de nós não iria fazer essa bobagem. E é com nossos votos que, às vezes, elegemos alguns políticos desonestos e corruptos. Alguns são ladrões mesmo! Infelizmente essa é a verdade. E, como não adivinhamos e por isso somos enganados por eles, depois que tomam posse em seus cargos.
Esses ladrões de colarinho branco e de paletó e gravata (alguns nem usam estas vestimentas antes das eleições), mais conhecidos como "políticos", têm-nos decepcionado mais e mais a cada ano. A Justiça Eleitoral e a Justiça Federal têm trabalhado muito, para processar e julgar muitos destes políticos que nós, os "eleitores otários", ajudamos a eleger! E o fazemos, muitas vezes, porque acreditamos nas promessas deles. E porque queremos ver melhorar nossas Cidades, nossos Estados e o nosso País.
Atualmente, em todo o Brasil, do Oiapoque ao Chuí, temos milhares de políticos praticando fraudes e se locupletando, com desvio e “lavagem" de dinheiro. 
São Prefeitos, Vereadores, Deputados, Presidentes de Câmaras de Deputados, de Vereadores e Assembleias Legislativas Estaduais, e até Presidentes da República, que nos últimos anos têm sido denunciados por essa prática desonesta, que vem solapando o dinheiro dos cofres públicos, em detrimento da aplicação correta destas verbas na Saúde, na Segurança e em obras públicas relevantes para a população brasileira, como creches, postos de saúde e escolas.
Nos últimos 15 anos, políticos do PT, PMDB, PP e de outros partidos, se uniram aos Empresários para desviar dinheiro, aceitar e pagar propinas, fraudar documentos e formar quadrilhas, juntamente com lobistas e intermediários desonestos, que em escândalos como "Mensalão" e "Petrolão”, movimentaram bilhões, enganando o povo e fraudando empresas estatais e órgãos dos Governos Federal e Estaduais.
Daria uma lista imensa se eu fosse nominar todos os políticos e empresários desonestos que hoje estão sendo processados na Justiça Brasileira. Desde compra de votos, caixa 2, passando por desvio do dinheiro da merenda dos estudantes, até chegar no desvio de bilhões de reais da maior empresa brasileira (Petrobrás).
Nestas últimas "operações" da Polícia Federal, iniciadas com a operação chamada de "Lava-Jato”, se mostrou quantos políticos brasileiros estavam envolvidos nesta imensa roubalheira que assola o País. Foram presos vários deles. Todos os dias acontece uma nova prisão de políticos ou empresários desonestos.
Entre estes, de ex-Ministros, Deputados, Senadores e Tesoureiros de partidos políticos, que, de uma forma ou de outra, colaboraram para estes escândalos bilionários, que se iniciaram a partir do "Mensalão”, no primeiro Governo do famigerado larápio-político conhecido como LULA .Este é o chefe da Máfia do PT que ajudou a acabar com nossas finanças.
Aliás, para mim este Lula é o nosso maior ladrão. O mais conhecido mundialmente. Junto dele, Al Capone (mafioso de origem italiana que vivia nos E.U.A.) e o Ronald Biggs (do Trem Pagador Inglês), são pintinhos...
E o que nos entristece é que ainda tem muita gente defendendo esse senhor ladrão dos nossos bilhões. Esse infeliz que, usando do maior cargo público do País, o de Presidente da República, acabou com nossas finanças, a ponto de corromper muitos outros políticos e empresários; e de contaminar até a sua sucessora, a "idiota" DILMA, que foi a "inocente" útil para os objetivos escusos da quadrilha dele.
Já quando estávamos prestes a terminar o ano de 2016, vários Estados brasileiros estavam sofrendo com a ação nefasta desses políticos desonestos. Agora estamos à beira da falência. A fraude destes políticos, em conluio com certas empreiteiras, acabou com nossas reservas financeiras. Uma das provas disto é que, após o Governo Temer ter aprovado a repatriação desse dinheiro desviado e enviado para o exterior por estes larápios ricos, já arrecadou mais de 40 bilhões de reais, só com impostos e multas. Mas, ainda há muitos políticos e empresários desonestos com muito dinheiro aplicado em paraísos fiscais e bancos internacionais. Dinheiros "sujo" que não conseguiram "lavar" no Brasil.
Porém, com o surgimento da famosa "Operação LAVA-JATO" muito bem conduzida pelo Juiz Federal Dr. Sérgio Moro, de Curitiba, Estado do Paraná, as coisas começaram a mudar no Brasil. Com as investigações da Polícia Federal, e a grande atuação do Ministério Público Federal, e com apoio do Relator desta Operação no STF, o Ministro Fachin, as coisas começam a mudar...
Ressalte-se que os reflexo destas fraudes está aparecendo toda hora. Os últimos episódios graves de todas estas fraudes foram as prisões de ex-governadores do Rio de Janeiro, o  ("Garotinho" e Sérgio Cabral), e do Ex-Presidente da Câmara dos Deputados (Eduardo Cunha), e também do Ex-bilionário, Eike Batista, que era o "homem mais rico do Brasil" e hoje está preso no Rio de Janeiro. Além disso, apareceram os casos das falências declaradas de Estados como o Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro, que não estão dando conta nem de pagar seus funcionários.
Todas estas notícias verdadeiras de corrupções, desvios de dinheiro, propinas, “caixa 2”, compra de votos e safadeza política, tem-nos decepcionado mais e mais a cada dia, nos levando a compreender que somos nós que elegemos esta raça de gente, que depois de eleitos, e já nos cargos públicos, roubaram e continuam roubando o dinheiro do Brasil. E causaram este sucateamento que estamos vendo em todos os lugares do País: funcionários públicos sem receber, órgãos públicos que não funcionam, greves e todas estas situações de revolta e anarquia que estamos vivenciando neste começo de 2017.
Esperamos que, com a atuação da Operação Lava-Jato, ocorram grandes mudanças no Brasil, com uma "limpeza" neste mundo da política suja que estamos vivenciando, surgindo a médio prazo uma Nação menos corrupta. Inclusive com a prisão do chefe de todos eles, o Ex-presidente Lula.  Este mesmo bandido que se diz inocente e que vive falando aos quatro ventos que será candidato a Presidente da República, de novo, no ano que vem. Contudo, se for condenado em segunda instância, em qualquer um dos processos nos quais foi indiciado, não poderá ser candidato, por causa da Lei da Ficha Limpa, que foi uma conquista de todos os brasileiros.
Precisamos apagar esta nossa péssima "fama" internacional de que o Brasil é "O País dos Ladrões".
E a grande “Operação Lava-Jato” está contribuindo para que isto aconteça...
------------------------------------------------------------------------------

Texto Original de Antônio Luiz Gomes -Escritor Associado ao Clube de Autores www.clubedeautores.com.br