sábado, 25 de março de 2017

" A NOVIÇA REBELDE" - O Filme , História dos Personagens e Comentários.

  1. O FILME : Há mais de cinquenta anos atrás (1965) surgiu para o mundo um dos mais bonitos filmes já feito. Bonito e bom em todos os sentidos. Primeiro por ter sido baseado em uma história real. Segundo porque houve todo um capricho por parte dos produtores,em termos de visual,músicas e na escolha dos atores para o elenco.
A "Noviça Rebelde" não poderia ter outro título mesmo,pois se trata da história real da noviça Maria, que não estava dando muito certo em sua vocação para freira,por ser muito agitada e um pouco desobediente às normas do convento e à ordem da Madre superior. 

A história do filme,e consequentemente da personagem Maria Von Trapp, se passa na Cidade Austríaca de Salzburgo,perto de onde ela estava fazendo o seu "noviciado". 
E para quem não viu o filme eu o resumo aqui em poucas palavras:

Como a noviça Maria não estava "dando muito certo" para ser freira, e como ela era órfã e não tinha uma família para retornar à esta, a Madre Superiora lhe arranjou um "emprego": Ser a governanta do Oficial "reformado" da marinha Austríaca ,o Capitão Georg Ludwig Ritter Von Trapp. Ele tinha origem rica,uma bela casa e sete filhos menores de idade para criar.

 Seus filhos tinham entre 4 e 16 anos de idade. Maria se apaixonou por eles com a convivência do dia a dia e depois pelo Capitão,com quem se casa na Igreja,com direito a vestido de noiva,coral das freiras e tudo o mais. 

O Capitão era viúvo,pois sua primeira esposa, de nome Agathe, havia morrido com apenas 32 anos de idade,lhe deixando os sete filhos custosos para criar.

E a história do filme vai seguindo por ai,num cenário bonito,fantasioso e romântico,com muitas brincadeiras, muita música e uma pitada de magia, antes da 2ª Guerra Mundial eclodir para valer na Europa, que Hitler queria dominar.
O filme tem nas figuras do Capitão Von Trapp e na de Maria(cujo nome verdadeiro era Maria Augusta Kutscher), os principais personagens,mas as crianças e adolescentes também são um caso à parte,treinados que eram para obedecer o Pai-Capitão,que os criava como se estivesse dando ordens a marinheiros,com aquelas maneiras de entrar em forma, marchar, dar continência,etc. 

Antes de Maria ,que tinha 21 anos na época em que foi para a casa do Capitão,passaram por lá algumas governantas,sempre mais velhas,que pediam demissão por não "aguentar" os filhos do Capitão.
Eles eram realmente custosos quando não estavam na frente do pai militar sério .
O filme é tido como um dos mais assistidos em todo o mundo e é um daqueles que faz parte das listas dos 100 maiores e melhores filmes de todos os tempos. 
Faz 50 anos desde a produção e lançamento, e até hoje  é um dos mais vistos nas telas da TV,em Vídeos e TVs a cabo em todo o mundo.

Nos papéis principais estão JULIE ANDREWS, como Maria, e Christopher Plummer no papel do Capitão Von Trapp. A definição mais simples e completa ao mesmo tempo sobre esse filme, eu encontrei na própria "embalagem" do filme em DVD :  "É um tesouro cinematográfico imortal"...

    2- A HISTÓRIA VERDADEIRA DE MARIA VON TRAPP E DO CAPITÃO GEORG LUDWIG VON TRAPP:
       Após pesquisa não muito difícil de fazer,pois na internet se acha alguns artigos de jornais e revistas sobre o assunto,pude resumir aqui,em poucas linhas, a história real das pessoas que deram origem aos personagens do filme. Como sabemos,a Indústria Cinematográfica, envolvendo ai os Ingleses e americanos que fizeram o filme, dão uma conotação mais romântica aos personagens,pois o objetivo do cinema é este mesmo: a magia e a beleza, para angariar mais e mais plateias e cinéfilos em todo o mundo . 
    Porém,a bem da verdade, a história real de Maria e do Capitão Von Trapp não foi tão romântica assim não. Mas, mesmo assim, é uma história muito interessante e diferente.

    Ao contrário do que dizia o lendário  cineasta John Ford, de que "a lenda é quase sempre superior aos fatos" ,a história real dos Von Trapp,principalmente da Maria,é muito mais viva,mas cheia de mudanças radicais, do que a mostrada no filme.

    Senão Vejamos :

      Em primeiro lugar o Capitão Von Trapp o verdadeiro, não era tão simpático como o ator inglês Christopher Plummer, o Von Trapp do cinema. 
      E a Maria Augusta (noviça) também não era tão bela como  a atriz inglesa Julie Andrews, a Maria do filme.
      Ele,viúvo,já estava há quatro anos sozinho quando contratou a Maria para cuidar de seus filhos. Ele tinha 47 anos na época  e era um espécie de herói solitário da Primeira Guerra Mundial,onde tinha comandado navios pelo Império Austro-Húngaro,de onde surgiu a Áustria como país. Era de origem rica mesmo e morava mesmo na casa mostrada no filme,que foi filmado lá mesmo em Salzburgo (em 1964) e nos locais onde viveram. 

      O capitão ficou viúvo em 1922, e quatro anos depois contratou a Maria,que foi viver em sua casa para cuidar de seus filhos. Em 1927 se casaram. Ela disse em suas memórias que se apaixonou mesmo foi pelos filhos dele, e como era só e não tinha família,viu no casamento com o Capitão,26 anos mais velho que ela,uma forma de "arranjar" sua vida. 

      Afinal,além de Capitão da marinha, Georg era Barão (título de Nobreza) e era rico. Além de herança normal de sua família,ele "pegou" a parte na herança de sua mulher Agathe,em 1922,quando esta faleceu. Ela era herdeira direta do inventor do torpedo Robert Whitehead,que era seu avô.

      Maria,cujo nome real era Maria Augusta Kutscher, estava no monastério de Nonnberg, perto de Salzburgo,quando foi praticamente "indicada" para ser a governanta do Barão-Capitão Von Trapp e de seus filhos menores. Ela realmente gostava de sair "por ai" cantando por vales e montanhas...Mas ,não gostava da clausura imposta pela freiras superiores. Daí a sua saída quase que obrigatória do convento. Foi um emprego "arranjado" para,na verdade, solucionar sua vida e a do Capitão,obviamente... 

      Como diz a madre superiora no filme: " Quando Deus nos fecha uma janela, ele nos abre uma grande porta". 

      -E é assim mesmo!.. Digo eu.

       Mas, a Maria, mesmo custosa como era, queria ser freira,servir a Deus,como ela diz. Mas a freira lhe explica que isto ela poderia fazer de outro jeito.
      E assim, Maria foi "enviada" para realizar o trabalho de Deus,embora de forma diferente, na casa da Família Von Trapp.

      O Capitão Von Trapp,que tinha fortuna em um banco famoso da época, ao ajudar o banqueiro, ficou pobre antes da época mostrada no filme,pois o banco faliu. E como Maria entendia realmente de música e tinha um amigo Padre que a ajudava na composição das músicas,teve a ideia de formar o conjunto Musical da "FAMÍLIA TRAPP", por hobby, inicialmente e que viajaria por toda a Europa se apresentando. Depois,com a falência do Capitão,cantavam para poder viver e ajudar a pagar as contas. 
      Diga-se de passagem que,na vida real,o Capitão era bem amável com seus filhos e brincava muito com eles. Além de cantarem juntos,naturalmente ! 

      Ressalte-se aqui que, no filme,o mentor do conjunto "Família Trapp" era o Max, um personagem criado para dar lógica no empresariado do Conjunto e ouvir uma "Baronesa interessada" no Capitão. Mas na verdade este mentor-empresário musical era um padre e depois uma outra pessoa que morava nos EUA,que ajudou Maria,o Capitão e os filhos a fugirem do jugo dos nazistas ,que dominaram e anexaram a Áustria à dominação de Hitler. O chamado "Anschluss" !

      Portanto,11 anos antes da época mostrada no filme,eles já eram um Conjunto Musical. Após ela se casar com o Capitão tiveram mais três filhos,somando assim dez filhos entre os do Capitão e os que ela teve com ele. E todos cantavam nas tournées e concursos de música, pela Europa. E continuaram cantando juntos depois que foram para os EUA. (U.S.A.)

      O "convite" para que ele participasse das Forças Armadas de Hitler surgiu em 1936, e ele se recusou realmente a servir a Hitler. Com a dominação da Áustria, eles fugiram,mas não pelas montanhas da Suíça,como diz o filme,mas sim de trem. E primeiro foram para a Itália e depois para os Estados Unidos. E realmente voltaram depois para a Suécia  e depois a Salzburgo. Mas, com a invasão das tropas de Hitler,a casa deles ficou sendo uma espécie de mini- quartel,ocupado pelas tropas de Alemãs. 
      Depois disso, em 1939, eles se radicaram nos Estados Unidos,no Estado de Vermont, onde compraram uma mini-fazenda num lugar montanhoso e alto,onde Maria construiu uma casa que batizaram de "Cor Unum"( Um Coração).

      Faziam shows pelos EUA e criaram uma Fundação para ajudar à população da Áustria, empobrecida pela Guerra. O Capitão  Von Trapp morreu em 1949 de câncer no pulmão,com 71 anos de idade. E neste mesmo ano, após sua morte Maria escreveu suas memórias,num livro chamado " A História dos Cantores da Família Trapp".


      Ela morreu em 1987, com  81 anos de idade ,mas antes disso ,nos anos 60 tinha vendido o direito de sua história para o cinema,que lhe pagou apenas Dez Mil Dólares, (uns 35 Mil reais ao preço de hoje). Mas os estúdios de Hollywood e os Produtores da  20º Century Fox  que fizeram o filme ganharam mais de Um Bilhão de Dólares com o filme. E ganham até hoje, por direitos autorais na comercialização de vídeos e exibição nas TVs de todo o mundo.

      Contudo, a história de Maria Von Trapp , antes do filme "A Noviça Rebelde" também foi levada ao cinema bem antes, em 1956, por produtores alemães, cujo título do filme é "A FAMÍLIA TRAPP". 
      Obviamente que não fez tanto sucesso assim, E foi contada também num outro filme,cujo título era, " A Família Trapp na América", de 1958.Fez sucesso também no Teatro, antes de se tornar conhecida no mundo inteiro pelo filme que ora descrevemos.
      Houve peças de teatros e outra refilmagem desta história da Maria von Trapp, que, no entanto, não fizeram tanto sucesso como "A Noviça Rebelde" original, da 20 Century Fox, o filme de 1965

      Pelo que sei, nem os filhos biológicos da Maria,  nem os 7 primeiros filhos do Capitão, ganharam tanto dinheiro como deveriam ter ganho com o sucesso estrondosos do filme.

        3-   UM FILME DIFERENTE DA REALIDADE:

             O filme " A Noviça Rebelde" foi rodado em locações nos arredores da Cidade de Salzburgo,na Áustria mesmo.E algumas cenas na região da Alemanha,conhecida como Baviera. E obviamente,como vimos, a produção hollywoodiana optou por fazer uma versão mais romantizada da verdadeira história de Maria Von Trapp e do Capitão Georg Von Trapp. 
        Quem ganhou fomos nós,que apreciamos uma boa história com a magia que é peculiar ao cinema.Os filhos dos Von Trapp, muitos deles vivos até hoje,separaram-se. Mas há ainda,de vez em quando,reunião deles em comemorações e shows promovidos pelo Cinema e pela TV,onde eles se apresentam. 
        Há ainda uma empresa de turismo que leva as pessoas a conhecer a região onde eles viveram e onde foram gravadas as cenas do filme.
        É um filme com milhões de fãs e apreciadores em todo o mundo. Inclusive eu,que já o vi mais de dez vezes e que tenho uma cópia nova,remasterizada com imagens e sons perfeitos,com mais de duas horas e meia de duração...


          " A Noviça Rebelde" que no título original em inglês se chama " The Sound of Music" , ganhou vários Oscars da Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood em 1966: 

          • Melhor Filme;
          • Melhor Som; 
          • Melhor Música- Trilha Sonora; 
          • Melhor Edição. 
          • E foi indicado para outros prêmios como: Melhor Atriz,Melhor Fotografia,Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, e outros.
          P.S. A Título de Curiosidade : 

          "A Família Trapo", que a TV Record criou ainda nos anos 60 e 70 ,no Brasil, e que era formada pelo Didi (Renato Aragão) e outros atores como Ronald Golias, Ted Boy Marino (lutador) Wanderley Cardoso ,Ivon Cury e até com outros cantores e atores," copiou" o nome desta "Família Trapp" . Só o nome,praticamente,pois as "gags" e palhaçadas destes programas não tinham muito a ver com o Conjunto Musical austríaco formado pela Maria e o Capitão Von Trapp e seus filhos.(*)
          ..............................................................
          * Pesquisa ,compilação dos dados e texto final : 
          Antônio Gomes -Reedição em 25 de março de  2017.

          FONTES: 
          1-Filme " A Noviça Rebelde" (encarte) 20 Century Fox (2011). 
          2-Reportagem publicada no Jornal Opção,de Goiânia, Edição semanal de 31 de julho a 06 de agosto de 2011,texto do Jornalista Euler de França  Belém.
          3-Pesquisa na Internet.
          4- "Os 501 filmes que merecem ser vistos" (Edição brasileira-Livro - Editora Larousse-Brasil- Ano : 2009)