sábado, 31 de dezembro de 2016

SEGURANÇA PÚBLICA EM GOIÁS : MUITO BARULHO POR NADA !


Há pouco mais de 8 meses, após ter acontecido em Goiânia, mais um crime de grande repercussão na mídia (o assassinato da jovem estudante Nathália, de Rondônia) apareceu nas TVs de Goiânia, o Governador de Goiás e toda cúpula da Polícia Militar e da Polícia Civil prometendo mudanças. E na ocasião, o Governador Marconi Perillo disse que a Segurança Pública ia ser toda modificada para melhor atender à população e que diminuiria os índices de criminalidade a qualquer preço. Ia até aumentar horas extras dos policiais. Os administrativos iam para as ruas, etc. 
Trocou o Secretário de Segurança Pública e até o comandante da Polícia Militar. E anunciou até um concurso para a Polícia Civil e Militar. Durante uma semana se mostrou na televisão várias ações da Polícia, inclusive tendo a presença do novo Secretário de Segurança Pública, o Sr. José Éliton, que antes era Vice-Governador, e que passou acumular o cargo de Secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás.
Contudo, apesar de tudo isso, nada mudou. A criminalidade continua em alta, com muitos crimes de roubo e furto de carros; assassinatos; roubos às residências à luz do dia; roubos a bancos; nos pontos;de ônibus e até nas ruas; nos ônibus; nos terminais de ônibus; nas feiras; nos supermercados; postos de gasolina etc. Isto tanto na Capital como interior. Nada mudou.
Depois, foi informado na TV e no Rádio que a Secretaria de Segurança Pública não mais ia divulgar os índices de criminalidade, como se fazia antes. Ou seja, passaram a esconder estes dados, pois nada mudou desde então, e eles não tinham como justificar para a população toda aquela propaganda e barulho político...  
Houve na verdade, muita falácia, promessas. etc. Coisas de palanque, como é comum aos políticos. Aliás, este povo promete construir uma ponte até mesmo num lugar onde nem existe um rio. Acredite quem quiser...
Só que estamos vendo a mesma situação, pois na verdade não são mudanças de Chefes Militares ou de Delegados de uma Delegacia para outra que vai modificar ou melhorar a segurança da população. O que muda mesmo são mais policiais e viaturas nas ruas.
É ai que entra o aspecto de número de policiais. E isto é um problema aqui há mais dez anos. A população aumentou mais 50 por cento e a quantidade de policiais diminuiu, pois, muitos policiais se aposentaram, outros morreram e os poucos concursos que ocorreram neste período,não supriram as necessidades.
Sem contar que do último concurso nem todos foram chamados. 
O Governo inventou os Policiais temporários,contratando ex- militares das forças armadas, porém com salário de gari, ou de servente de pedreiro.E só extinguiu esta modalidade de policiais porque o STF determinou. 
Este concurso novo que se anunciou para este ano de 2016, exigindo muito do candidato e oferecendo pouco, só vai ser útil no ano que vem, pois tem que preparar os policiais antes.
Continuamos, da mesma forma, à mercê dos bandidos. Você liga a TV e ouve o Rádio são só notícias de crimes. Este ano parece que aumentou ainda mais. Dão desculpas de que a Polícia prende e a Justiça solta. Este problema pode existir, pois nossas leis são fracas. Porém, o certo é aumentar o número de policiais nas ruas, numa polícia preventiva. Enquanto não ocorrer isto, será tudo apenas falácias, promessas, coisas de políticos. Ficam escondendo os dados da criminalidade como se estivessem, com isso, resolvendo o problema da criminalidade.  Não adianta esconder a roupa suja. Tem de lavar a roupa,secar,passar e vestir de novo. Até comprar outra,claro...A vida é assim !
E se o Sr. José Éliton pensa em substituir o Marconi em 2018, vai ter de trabalhar muito mais, pois o que aconteceu até agora na Segurança Pública de Goiás,nos faz lembrar daquela história de um dos livros do William Shakespeare: "Muito Barulho Por Nada "...

E ,de novo,neste começo de mês de setembro de 2016,reunidos com policiais,os políticos mentirosos do Governo Goiano,inclusive com a presença do Vice-Governador que agora é Secretário de Segurança Pública do Estado,anunciaram novas "medidas" para conter a violência em Goiás. 
-Tudo balela,pois se não aumentar o efetivo policial e a Justiça manter os bandidos na cadeia, não vai adiantar nada. 
-Esta é a verdade 

Ou aumenta o número de policiais e de viaturas nas ruas, ou nada se resolverá.

P.S. Enviei este texto para uma Seção de Opinião dos Leitores, do Jornal DIÁRIO DA MANHÃ,aqui do Estado de Goiás,mas eles se negaram a publicar. Isto porque o Jornal é "vendido" ao Governo de Goiás,de quem recebe altas verbas mensais. Ou seja,não é um jornal independente. Por isso posto aqui,neste meu blog,onde não tem censura. E o faço com base no Artigo 5ºinc. IV da Constituição Federal do Brasil.

Antônio Gomes - Reedição: 31 de dezembro de 2016.