domingo, 1 de maio de 2016

SOBRE PADRES,IGREJA,PEDOFILIA,ETC

Diante de todo estes noticiários envolvendo os Padres pedófilos,e toda esta "onda" de denuncismo nas TVs do Mundo inteiro, eu como Católico e ainda frequentador da Igreja Católica Apostólica Romana, não posso deixar de dar a minha opinião,sem contudo emitir um Juízo de Valor, mesmo porque quem vai julgá-los é a Lei dos Homens e , no sentido espiritual , a Lei Maior, a de Deus.
Estão acusando até hoje o Papa Bento XVI de omissão, por não ter punido padres pedófilos em casos muito antigos. É uma campanha difamatória também,com muitos interesses por detrás destas notícias. Algumas emissoras de TV são nitidamente de tendência Evangélica ou pertencem a "Bispos", ou "Apóstolos" e "Pastores" neo-pentecostais, ou coisas parecidas !
Não duvido da veracidade destes fatos,mas não concordo com a imprensa, escrita, falada e televisada em fazer escândalos com os fatos todos os dias, como se fossem casos novos,quando muitos ocorreram há muitos anos. Não deixa de ser sensacionalismo, que interessa ao Ibope das Emissoras,vender jornais, revistas ,etc. E, também, à alguns cristãos fanáticos de outras Igrejas, de outras denominações.
Atualmente,entretanto,o Papa Francisco ordenou uma investigação meticulosa para afastar padres pedófilos. E estes são denunciados pela própria Igreja,vindo a público os seus erros e desvios de comportamentos. O filme que postamos abaixo,"Spotlight"-Segredos Revelados, trata de uma investigação sobre o assunto.
O Homem sempre errou. Somos pecadores por natureza.´" Quem nunca errou,que atire a primeira pedra,disse JESUS, e está na Bíblia ,em uma passagem do Novo Testamento. E não podemos esconder a verdade dos fatos. Se ocorreu os casos de pedofilia, envolvendo Padres da Igreja Católica,que sejam eles punidos,primeiro pela Leis dos Homens e depois de provado,sejam os mesmos afastados da Igreja. A própria Igreja deve se interessar por afastar tais religiosos,para manter a própria confiabilidade nela. A Igreja,como Instituição não vai acabar por causa desses escândalos. Fica "baleada",mas não morre. O Objetivo dela é muito maior do que tais escândalos.O objetivo da Igreja é passar os ensinamentos de Cristo e nos Converter . 
Além disso,Deus é maior que tudo.
O que não podemos , é "misturar" as coisas. Não devemos deixar de ter fé,ou deixar de frequentar a Igreja por causa disso. Os Padres e a Igreja,esta como Instituição, são os meios de evangelização. Eles,os Padres, não são anjos,nem são perfeitos. E a Igreja, está a serviço da Fé e da evangelização dos povos. Esta é a sua maior premissa,desde que começou a era Cristã.
A Igreja,ao exigir o celibato dos padres,o faz por normas de Direito da Igreja (Direito Canônico e Eclesiástico ,também). Além do mais , haveria problemas como Heranças,pensão para filhos ou esposas,se os padres se casassem, e mesmo após a morte deles. Os que entram para a Igreja Católica sabem disso. E não podem se casar,sob pena de não mais poderem Ministrar os sacramentos da Igreja. O Padre é livre para sair da Igreja,caso não queira se submeter à estas normas ,que são muito antigas. Também pode sair para viver sua sexualidade livre ou se casar,se quiser.
Isto não quer dizer que o fato de os padres não se casarem ,os levam ao homossexualismo,ou à pedofilia,pois aqui fora,entre nós,leigos e que não somos partes integrantes da Instituição da Igreja,também convivemos todos os dias com o homossexualismo e a pedofilia.E quem age errado também é punido,ou pela sociedade ou pela Lei dos Homens.
Até hoje,a premissa da Igreja Católica é de que o Padre deve se dedicar à Igreja e não pode trair sua fé, seus dogmas. Quem age correto ,seguindo os ensinamentos não cai em escândalo. Nosso pecado,e aqui eu digo de todos nós, é o desejo sexual. Temos de saber conviver com ele e respeitar as pessoas,sejam elas crianças ou não. O Marido,que não consegue ser fiel à esposa,ou vice-versa,deve se separar. A mesma coisa deve ser com os Padres. Se agirem contra os dogmas da instituição,devem ser afastados.
A pedofilia é uma doença surgida com os desvios sexuais,de qualquer homem. O Homossexualismo também é um desvio de comportamento, se não ,a sociedade não discriminava os homossexuais. Mas nem todos os homossexuais são pedófilos. E nem todos os padres são homossexuais. Quem assim pensar,está errado.
Nosso erro maior é o desejo descontrolado,e incentivado pela Mídia,pelas Novelas,pelos Filmes e pela Internet.
 "O Mal está em quem mal pensa",diz um ditado latino,e que é usado até no brasão da família real inglesa . Há quem diga que o demônio está por trás de todo o mal. E há a máxima filosófica,de Arthur Schopenhauer, de que a "Mente do homem é a prisão do Diabo".Tudo para justificar os crimes,os erros,os desvios de comportamento. 
Eu digo que tudo está na natureza do homem. Precisamos controlar esta natureza. Vigiar e orar, como dizem todos os cristãos verdadeiros...
Os Padres não são assexuados. Apenas aprendem a canalizar esta energia, sublimando-a pelo amor à causa da Igreja. Se não quer agir assim, ou não pode, deve sair fora da Igreja Católica, já que ela não pretende mudar essa exigência. Seguem uma espécie de Imitação de Cristo, na vida e nos objetivos...Pelas normas ainda vigentes da Igreja Católica, os Padres devem aceitar o Celibato.
Quem pode dizer se isto é certo ou não ? É um princípio dela,e que não mudará facilmente. Eu,pessoalmente,sou a favor que os padres poderiam se casar,sem precisar largar,ou ter que deixar a Igreja. Porém,sobre isso quem tem que se manifestar é o Papa.
Mas há outras Igrejas,tais como a Luterana, a Anglicana, a Batista, a Presbiteriana,Evangélicas e outras, onde padres e pastores podem se casar. E nem por isso impedem de haver escândalo entre alguns de seus membros. Há algum tempo foi preso um Judeu pedófilo,que fugira para o Brasil. Evangélicos, me parece, se envolvem mais em escândalos com dinheiro, pois valorizam mais este,em detrimento do ensinamento espiritual .Mas há pastores envolvidos em escândalos sexuais. Isto todo mundo sabe.
 De qualquer forma, somos todos nós,seres humanos, pecadores, imperfeitos e ainda em fase de aprendizagem aqui na terra. Grande é o homem ou a mulher que pode controlar suas paixões e dominar suas emoções.
Homossexualismo sempre existiu. Em Roma,na Grécia, e hoje em dia. Mas não é uma prática saudável. Sabemos,pelos livros que também nos conventos,onde somente há mulheres, que há casos de homossexualismo feminino. Com poucos casos escandalosos,mas existe. Aí seria um problema de convivência. Talvez por conviverem com pessoas do mesmo sexo. No caso dos Padres que só convivem com homens e meninos (no caso coroinhas de Igreja, seminaristas), é que há, uma maior facilidade deles em desenvolver a prática homossexual ,e também porque não têm família (mulher e filhos).
Porém, não acho que se a Igreja liberasse os padres para que se casassem,acabaria com tais desvios de comportamento... Diminuiria, obviamente. Não é o Celibato que leva à tais práticas, mas o desejo de cada um. Deveriam ser castos em sua fé , mas não são.
O Celibato é uma exigência da Igreja Católica. Mas a castidade é uma virtude,de homens e mulheres. Ser casto é ser puro de coração e de atitudes. Respeitar o próximo,a esposa,os filhos. Casados também podem ser castos. É preciso diferenciar cada coisa.
Estes Padres que "caíram em desgraça",são na verdade,seres humanos,que deixaram os seus íntimos desejos sexuais e os desvios de comportamento, superarem todos os seus conhecimentos de Teologia, de amor à Igreja e a Fé em Deus,que tanto aprenderam nos Seminários. Devem,apesar de tudo,serem perdoados,pelos seus pecados. E punidos pelas Leis ,feitas pelos homens.
Todos nós somos pecadores. Mas podemos recomeçar,de novo,sem mais errar. Esse é o grande mérito da fé, da premissa maior de DEUS: O Perdão. Como sabemos, Jesus disse à Maria Madalena :..."Vá e não peques mais!".
Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo,qualquer um pode começar agora a fazer um novo fim...E,obviamente,não pecar mais. O que é   muito difícil...
Agora,com a Eleição de um novo Papa na Igreja Católica, e com nomeação de outra cúpula para a Igreja ,talvez os conservadores, vendo que o mundo mudou,possam alterar algumas normas do Direito Canônico e aceitarem o casamento dos Padres. Os que realmente quiserem. Como na vida normal.Só se casa quem quer. Não há leis que obrigam a pessoa a se casar.
E eu, como Católico que sou, pessoalmente acho que a Igreja Católica deveria aceitar também que todos os Cristãos,Católicos de verdade,pudessem participar dos sacramentos da Igreja,como Batismo, Casamento,etc...Reconhecendo,inclusive o divórcio e aceitando mães e pais solteiros como membros ativos.
O Mundo mudou,os costumes e comportamentos das pessoas também. É preciso aceitar o pecador e continuar condenando o pecado...
O Deus que conheço é um Deus de perdão,e não de castigo,discriminador.
A Igreja precisa se renovar. Este Papa Francisco,pelo que me parece,está tentando fazer isto.Inclusive acolhendo os Gays e os Divorciados,podendo estes frequentarem a igreja católica.
Inclusive ele já ordenou para que a Igreja continue condenando o pecado,mas acolha o pecador.
É preciso que se convertam todos de verdade... e deixem de pecar.
Os Cristãos de todo o mundo irão agradecer.
Amém !

A.L.G.- Atualização e Reedição : 1º de maio de 2016