sábado, 6 de abril de 2013

CORINTIANOS,BOLIVIA E AS LEIS NO BRASIL !

Todos nós,que gostamos e acompanhamos futebol no Brasil,estamos a par das notícias de que há 12 torcedores brasileiros,especificamente torcedores do Corinthians,presos na Bolívia,esse nosso país vizinho da América do Sul.
E estes torcedores estão presos por lá desde 20/02/2013, quando o time paulista, estreou  na  cidade de Oruro, pela Copa Libertadores da América.
E foram eles presos porque estiveram envolvidos em um "disparo" de um sinalizador,feito por um torcedor brasileiro (que segundo consta,não está entre os presos), e que por infelicidade,atingiu o Jovem Boliviano Kévin Beltran Spada de 14 anos de idade, que veio a falecer por causa desse artefato.
O problema já envolve a Diplomacia brasileira,com advogados do clube,e até políticos tentando libertar os torcedores presos.
A bem da verdade(se é essa a verdade) o verdadeiro culpado por acionar o artefato que causou a morte do torcedor boliviano, ao que me consta,está no Brasil e é também menor de idade.
E aí está o problema: O Brasil não tem tratado de extradição com a Bolívia. As nossas leis protegem o menor dito culpado ,enquanto que na Bolívia a decisão é de que somente com a prisão do  menor brasileiro que confessou ter acionado o sinalizador, seriam soltos os Corintianos que estão presos na Bolívia. E a Delegada do caso,na Bolívia,queria que o menor culpado fosse entregue às Autoridades bolivianas. O que não se fez até agora.
-Acho que não acontecerá...
-Aí está o impasse !
E neste problema todo aparece uma situação inusitada e triste para nós: A constatação de que a Bolívia,um pequeno pais criticado por todos pela sua flexibilidade, tem leis melhores e mais rígidas que nós brasileiros. Ou melhor dizendo,não temos leis no Brasil para punir menores. Eles,têm..
Lá, 15 anos de idade é a maioridade penal. Aqui menores de 18 anos de idade,furtam, matam, roubam,traficam drogas e praticam outros crimes,e ficam soltos.
- Ou seja,somos o país da impunidade.
Não concordo com torcedores agressivos,violentos e perigosos,como são alguns. Acho que campo de futebol é lugar de divertimento e não de barbárie. Por isso,quando se comete um crime como esse,que causou morte, o culpado deve ser entregue às autoridades, para que a Justiça seja feita.
 E neste caso específico, os 12 "inocentes" torcedores estão pagando pelo "pecador" que está no Brasil, amparado e protegido por nossas leis esdrúxulas, fajutas e ultrapassadas.
Se a pessoa aqui ,com 16 anos de idade,pode votar,então também deve ser responsabilizada criminalmente. E no mundo de hoje, ninguém mais é  ingênuo com esta idade. 
Devemos também lutar e nos mover para que o tal de ECA-Estatuto da Criança e do Adolescente,seja modificado,pois este também está a proteger estes menores ditos infratores,que invariavelmente nunca se recuperam.
Os nossos políticos,que fazem parte do Poder Legislativo, ( os "fazedores de leis") devem tomar vergonha na cara, e elaborar leis mais severas,mais duras,para casos como estes.
O Brasil não pode mais conviver com estas leis frouxas,que protegem a maioria dos bandidos que atormentam a população.
Este episódio que envolveu a morte do torcedor Boliviano e que prendeu os torcedores Corintianos nos deu uma lição: Mostrou que apesar da grandeza territorial,somos um pais sem leis...
-Ao contrário da Bolívia de Evo Morales. Parece que a Justiça de lá é mais ampla, melhor aplicada,mais séria.
E serviu de lição também para os Torcedores Corintianos:  De que o  campo de futebol é local de divertimento e não  uma praça de guerra...
"Salve o Corinthians... O Campeão dos Campeões...."...