quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Vítimas da Sociedade ( Ou, Os Aspectos Sociais e Políticos do Uso de Drogas)

Nos últimos anos tem aumentado muito o uso de drogas,inclusive lícitas(como as bebidas alcoólicas) no Brasil. Não é uma afirmativa pessimista ou sombria sobre nossa sociedade ,mas são os números e estatísticas da polícia,das clínicas de tratamentos e dos noticiários dos meios de comunicação,que todos os dias nos mostra mais e mais crimes relacionados com as drogas .
 São crimes passionais,de vingança,de cobrança de dívidas de drogas, de furtos,roubos,assaltos,etc. Muitos  são  praticados por viciados ou por traficantes. Estes ,eliminando os que não lhe pagaram as drogas compradas,ou casos de "concorrência" entre eles.
Estes dias uma mãe, aqui de Goiânia,jovem ainda,foi morta dentro de um carro,e ali ficou, por mais de seis horas,com duas criancinhas suas dormindo junto a ela. O marido,pai das crianças está desaparecido. Não se sabe se ele é vítima também,ou se é o culpado do crime. O certo é que ele tinha envolvimento com drogas...
E muitos crimes são relacionados também ao uso abusivo de álcool,como os de acidentes de trânsito, causados por motoristas bêbados,alguns sem habilitação e outros por irresponsabilidade mesmo. E os culpados não ficam presos. Muitos pagam fiança e saem livres .
Há,também, os crimes que surgem a partir de uma"batida" ou acidente de trânsito, quando então os envolvidos,bêbados ou não, se agridem e vão às "vias de fato",como se diz no jargão policial. Isto porque, nas Cidades Grandes, as pessoas vivem estressadas, ou são agressivas,egoístas, nervosas,sem formação,etc...
Desde que a nova legislação considerou que o uso de substancias químicas,entorpecentes e similares não era considerado crime,  aumentaram  muito os casos policiais ligados ao uso destas drogas. E também aumentou o numero de pessoas que passaram de usuários a traficantes. Ou melhor dizendo,que passaram a ser usuários e pequenos traficantes,pois com a banalização do uso de drogas, estas podem ser encontradas em qualquer lugar,e os usuários menos "endinheirados", passaram a vender  droga também, para manter o vício.
E aí começa uma outra vertente da proliferação das drogas : o usuário passa a ser refém ,ou cativo do traficante maior,pois este quer receber o que vendeu a qualquer custo.Se o usuário,pequeno traficante, fica devendo e não paga,o traficante maior manda matá-lo. Este é o tipo de crime que está acontecendo todos os dias.. Este ano,aqui em Goiânia,até ontem,400 pessoas foram assassinadas.
E 80% dos que morreram estavam envolvidas com drogas: ou eram usuárias ou traficantes...
E não é só aqui em Goiânia,mas também em muitas outras cidades do Brasil que está acontecendo isso...
E  a partir da entrada, neste mundo das drogas, de mais e mais mulheres,um novo tipo de crime surgiu: o do abandono de crianças,filhos de pessoas viciadas e de traficantes. Isto sem contar os inúmeros casos que estão acontecendo em que mães, pais,  padratos  e madrastas estão maltratando e até agredindo as crianças sob sua tutela,ou pátrio poder,porque não têm condições de criá-las.
Casos até de avós que já tem outro companheiro e que estes agridem os netos de sua companheira,que estão sob guarda desta. Há vários casos assim.
Neste  ultimo dia 21 de outubro,também aqui em Goiânia,por causa de disputa ou concorrência entre traficantes,ou talvez vingança,um bandido matou a mulher jovem ainda (23  anos de idade) e os seus filhos de 06 e 07 anos de idade,crianças  que nada tinham a ver com o caso.E eles foram assassinados apenas por que eram filhos desta mãe que tinha assumido a venda de drogas, que era o " negócio" de seu marido,já preso por ser traficante.
As crianças são as maiores vítimas desta guerra do tráfico ,pois se não morrem,ficam órfãos de pai e mãe,muito cedo..
 Pois quando não são mortos,estes pais e mães do tráfico, abandonam os filhos.
Quando ouço ou vejo mais uma notícia de que uma mãe abandonou seu filho recém-nascido,me lembro do sacrifício que minha mãe fez para nos criar,lá no longíquo nordeste,mas nunca perdeu sua coragem ou sua dignidade como mãe de verdade. Hoje vejo atitudes de mulheres que não poderiam ser chamadas de "mãe"...
São elas as maiores vítimas desta sociedade "desorganizada" em seu aspecto moral e social..
Mas,estas mães de hoje,que agem com despreparo e desespero,acabam por não poderem criar os filhos nascidos dessas uniões desajustadas entre os viciados e traficantes.
E talvez por esta situação em que se encontram,abandonam seus filhos em qualquer lugar!
Esta nova modalidade de crime está aumentando todos os dias e as autoridades não estão sabendo como resolver,pois ocorrem no ambiente doméstico. Pais e mães estão perdendo a guarda dos filhos. E Pior: em famílias muitos pobres,não há quem possa cuidar dos mesmos,ficando a cargo do Estado,que,muitas vezes não tem a estrutura adequada para fazê-lo.
Aqui em Goiânia já ocorreram muitos casos  de mães que abandonam seus filhos assim que eles nascem. Algumas deixam nos hospitais mesmo. Outras jogam a criança recém-nascida no lixo,no rio,pela porta do carro ou deixam  em calçadas,em banheiro de terminais,etc,como se estivessem a se livrar da obrigação de criá-las ,pois não têm nenhuma condição psíquica, física ,financeira ou moral de fazê-lo.
Recentemente um homem foi preso por jogar seu filho do 2º andar do prédio onde morava.E fez isso para magoar a mãe desse seu filho,que  o havia abandonado,sendo o menino,vítima maior em toda esta história. Enquanto o menino se recuperava em um hospital,pois teve sorte e ficou vivo,o pai estava preso.E a mãe,jovem ainda,vivia sua vida livre,ora com um , ora com outro,como é comum hoje em dia...Passados mais de um ano  desse fato, o pai, pessoa trabalhadora,mas à época do fato,viciado em drogas,foi solto. E até a mãe do garoto e outros parentes dela,foram à justiça em defesa dele,dizendo ser um bom pai. No final,ele ficou com a guarda do filho.
Mas não são todos os casos de pessoas desajustadas socialmente que acabam bem assim...
 Em muitos casos,por estarem totalmente perturbadas pelo uso das drogas,e como o pai da criança já se encontra preso,algumas  mães simplesmente abdicam desse direito e dever e voltam para o mundo do vício,e a se envolver,de novo,com traficantes e usuários de drogas..E repetem a mesma atitude,ou seja,engravidam outras vezes e, de novo  abandonam outros filhos,na mesma situação do primeiro.
Tal situação  tem se transformado em "uma bola de neve", a aumentar mais e mais o número de jovens desajustados socialmente,que começam suas vidas já sem pai e sem mãe para orientá-los. Assim,para ingressarem no mundo do crime e repetirem as atitudes de seus genitores,é um passo!
Isto sem contar os filhos colocados "em lar substituto"que acabam sofrendo maus-tratos por partes destes pais adotivos e fogem de casa,passando a "morar" nas ruas... Embora sejam estes em menor número.  
 Os maiores casos de agressões estão em casas onde o pai e a mãe biológicos são viciados e não possuem trabalho, emprego ,ocupação ou qualquer rendimento que possa ajudar na alimentação e cuidado  com estes filhos .
Assim, por todos estes problemas, até mesmo por exigirem alimentos,estas crianças são agredidas,acabando por serem os pais presos,não por serem viciadas,mas pela agressão aos filhos,que muitas vezes causam lesões nestas crianças,como ocorreram muitos casos por aqui e está ocorrendo no Brasil inteiro.
 É portanto,um problema social grave,que está levando à criminalidade e à morte,muitos de nossos jovens.
 E os governantes não estão sabendo lidar,solucionar tal problema...
Enquanto isto, os Ministros do S.T.F, numa "sabedoria ímpar",decidiram a poucos meses atrás,que fazer apologia às drogas não era mais crime,que em qualquer lugar do Brasil poderia haver a"marcha pela liberação da maconha" .
-Que coisa !!! Deve ser porque o problema não afetou eles,ainda.. Afinal estão todos ricos,ganham bem .
E mais recentemente,dois "sábios" políticos de Goiás,o Senador Demóstenes Torres(que diz que quer ser prefeito de Goiânia) e um ex-delegado de polícia,o Deputado Federal por Goiás,Sr. João Campos foram os relatores da Lei que deu mais liberdade aos bandidos. A tal Lei nº12.403 de 04/07/2011.
 Por essa lei,dificilmente os ladrões ficam presos. Bêbados que causam acidentes de carros,também não. É só pagar um fiança,e ficam soltos!
 E o pior de tudo é que,daqui uns dias,estarão todos estes políticos caras-de-pau, na televisão pedindo votos,dizendo que irão trabalhar para nós,etc.etc. Estes dias,no horário político da quinta-feira,este Senador cara-de-pau, chamado Demóstenes Torres,que já foi Promotor de Justiça em Goiás, estava fazendo estas promessas na TV. E  nem teve  a hombridade de passar um "óleo de peroba" antes...
Agora,que a situação está periclitante,com milhares de viciados nas ruas e milhares de bandidos/traficantes soltos, só nos resta  gritar por socorro...
E pedir a Deus,todo os dias,para nos livrar destes criminosos, que estão nas ruas,enquanto nós ficamos trancados ,com medo,dentro de casa.
SOCORRO !!!

ALG. 25 de outubro de 2011