quinta-feira, 2 de junho de 2011

16 milhões de Miseráveis ?

Esta eu não sabia. Quer dizer que ainda existem no nosso Brasil estes milhões de Miseráveis ?
Em pleno Século 21,ainda temos de conviver com uma situação destas?
-  Se forem 16 milhões de miseráveis,como afirmou o Governo,então é cerca de 12%  da população brasileira !
- É , infelizmente é verdade,pois estes números vieram do IBGE e foram comprovados na pesquisa nacional que foi feita o ano passado.
Agora,em Campanha lançada ontem pela Presidente Dilma Roussef, o Governo vai atacar essa situação : fazer uma redistribuição de renda e  capacitação profissional e investimentos  para minorar o sofrimento dessa parte de nossa população. Acho certíssima a Campanha e o propósito do Governo em querer erradicar a miséria no Brasil. É importante do ponto de vista social,econômico e principalmente político.  Para mim,essa obrigação é de todos !
E, na verdade, nem era para termos essa quantidade de gente vivendo nestas condições miseráveis,como mostraram os telejornais da TV.
Era para ser tudo diferente,se os Governos passados , desde a época do "imortal"(Marimbondos de Fogo),O Sr. José Ribamar do Maranhão e do Amapá Sarney,tivesse se preocupado com os mais pobres.
 O Governo do  Fernando Henrique também,que se preocupou muito mais em vender nossas Empresas Públicas para o Capital internacional. Este "jogava" no time dos Empresários .
Os políticos,principalmente os Deputados, Prefeitos,Vereadores, têm a maior culpa nessa situação,pois são eles os privilegiados do Poder. Sem falar que ganham muito dinheiro e fazem muito pouco. Muitos sabem apenas desviar os recursos que recebem do Governo Federal. Temos notícias destas todos os dias. Desviam dinheiro do Fundepe,do Fgts,da merenda escolar,das obras públicas de interesse da população mais carente,como hospitais,creches,etc. Dão muito trabalho para os promotores e juízes.
E também os mais ricos,pois não querem "repartir o pão ".  O rico avarento não ajuda ninguém !
Em verdade,nós todos temos a nossa parcela de culpa.
Óbviamente isto acontece ,ainda, por causa da inconsciência dos que já estão bem instalados, estabelecidos,com suas situações resolvidas. Pois muitos poderiam ajudar e não ajudam.
Há comerciantes que se negam a dar um pão para um necessitado. Depois, no final do dia,esse pão fica duro,perde,ele joga fora,mas não teve a hombridade e capacidade de doar para uma pessoa que não pôde comprar.. que pediu a ele esse pão, inclusive....Conheço gente assim...
Pessoas que não se contentam em já ter muito,mas não querem ajudar o próximo. Fazem coleções de sapatos,de roupas e até  de carros,guardam dinheiro na "burra" ou no banco, que causará brigas e desavenças entre os herdeiros,mas se negam a ajudar o próximo.
 Estes que colecionam carros,casas, jóias, devem pensar melhor,ou repensar seus planos,com relação aos bens materiais e colaborar um pouquinho. Não falo de doar o que a gente precisa. Mas se temos muito,podemos dividir,colaborar com o próximo,o parente mais pobre,etc.
É bom até para a alma,acreditem.
Agora ,o Governo,querendo resolver a situação,tem de cobrar mais impostos dos ricos e fazer esta redistribuição para os mais pobres. É o jeito,já que não pode obrigar as pessoas a dividirem o patrimônio.
 É preciso que se faça alguma coisa, e todas as medidas que puderem minorar o sofrimento dos mais carentes, são bem vindas .
Concordo com a atitude do Governo . Nós, os brasileiros que já temos uma situação financeira melhor,já saimos da "linha" da pobreza,temos agora um compromisso com o Brasil. Acabar com essa " pexa" de país de miseráveis. De terceiro Mundo. Acho que nem mais se fala dessa classificação. Afinal,estamos na posição de 7º ou 8º , economicamente falando.
 O Brasil,em termos mundiais,já é uma grande potência,mas ainda tem de resolver alguns problemas sociais,como essa miséria instalada,principalmente no Nordeste e na região Norte. Porém, aqui no Centro-Oeste ainda tem muita pobreza. Se vê isso nas ruas.
Mesmo que alguns milionários não gostem, eles têm de pagar esta conta. Não adianta ficar só criticando o Bolsa Escola, ou o Bolsa Família, que foram  muito bem desenvolvidos pelo Governo Lula.Agora, parece que estes programas do Governo serão ampliados, irão abranger mais pessoas.
 Queiram ou não os privilegiados,estas medidas ajudaram muitos brasileiros mais carentes. Agora é ajudar,ao invés de criticar. Se todos melhorarem de situação,quem ganha somos  nós,com a diminuição da pobreza,dos crimes,do desemprego,etc.
 É melhor você ter um vizinho em melhores condições financeiras do que viver cercado de pobreza. A sociedade sai ganhando até em termos de segurança.
Só assim seremos ,de verdade,uma Nação rica.
Devemos olhar com outros olhos para nossos semelhantes Devemos diminuir o egoísmo,para viver melhor em sociedade.
Somos todos filhos de Deus.
O Brasil, como Nação politicamente organizada , penhoradamente ,agradece.
(ALG)
 02 de junho de 2011.